Jurisdição Constitucional Agressiva - O STF e a Democracia Deliberativa de Jürgen Habermas

Rafael Alem Mello Ferreira

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 30,00

Versão impressa

Versão digital

Disponível para:AndroidiOSWindows Phone

Ficha técnica

Autor(es): Rafael Alem Mello Ferreira

ISBN v. impressa: 978853625336-7

ISBN v. digital: 978853625380-0

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 196

Publicado em: 18/08/2015

Área(s): Direito Constitucional

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS, Android ou Windows Phone;

Disponível para as plataformas:

  • Android Android Android 4 ou posterior
  • iOSiOS iOS 7 ou posterior
  • Windows Phone Windows Phone Windows Phone 8 ou posterior

Não compatível para leitura em computadores;
Não permite a impressão do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

A presente obra volta-se para a análise da jurisdição constitucional sob a óptica da teoria discursiva. Assim, pretende-se analisar a tensão existente nos tribunais constitucionais entre o princípio democrático e a sua função contramajoritária. Esta investigação se vale das orientações teórico-filosóficas que alicerçam a teoria crítica em virtude do afã de rejeitar uma produção apenas intelectual e voltar-se para uma atuação teórico-prática, capaz de contribuir efetivamente para a modificação social. Nesse sentido, os esforços teórico-epistêmicos empreendidos por Jürgen Habermas são fundamentais para a compreensão do projeto inacabado da modernidade.

Em um primeiro momento, empreendem-se a análise e a discussão da importância da adequação do paradigma – a partir de sua contextualização e definição – para o estudo da ciência jurídica. Nesse sentido, a proposta de um paradigma procedimental ganha relevo em virtude de sua capacidade de conciliar a autonomia pública e a privada.

Na segunda etapa, analisam-se a origem da Escola de Frankfurt e o pessimismo reinante entre os representantes de sua primeira geração, discussão relevante, já que permite identificar com clareza a diferença da produção teórica de Jürgen Habermas da de seus antecessores. Entre as diversas inovações empreendidas pelo filósofo alemão, chamam a atenção: o giro linguístico, que permitiu a superação do esgotado paradigma da filosofia da consciência; a criação do conceito de racionalidade comunicativa e de seu potencial emancipatório; e a reconstrução da ciência jurídica a partir da tensão fundamental entre facticidade e validade.

Em um terceiro momento, volta-se o olhar para a intrincada relação entre a legalidade e a legitimidade para a sociedade moderna. Dessa forma, foram realizadas análises para responder ao seguinte questionamento: é possível legitimidade por meio de legalidade? A proposta apresentada encontra respaldo no bojo da teoria procedimental desenvolvida nos moldes habermasianos.

Esses questionamentos a respeito dos fundamentos da legitimidade das decisões dos tribunais constitucionais permitirão compreender o verdadeiro papel desses órgãos em um ordenamento jurídico que se pretende legítimo. Dessa forma, será possível demonstrar, em um último momento, em quais situações é possível o exercício de uma jurisdição constitucional agressiva.

Autor(es)

RAFAEL ALEM MELLO FERREIRA

Mestre em Democracia e Constitucionalismo pela Faculdade de Direito do Sul de Minas – FDSM. Pós-Graduado em Direito Penal pela Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF. Estudou na Universität Passau, Alemanha. Graduado em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF. Professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas e da Faculdade de Direito do Sul de Minas – FDSM. Editor da Revista de Direito da FDSM.

Sumário

INTRODUÇÃO

1 A INTRIGA PARADIGMÁTICA

1.1 O Estado de Direito Como Paradigma

1.2 O Estado de Direito Como Paradigma: o Liberalismo

1.3 O Estado de Direito Como Paradigma: o Intervencionismo Estatal

1.4 Entre a Filosofia e a Política - o Estado no Paradigma de Jürgen Habermas

2 A CRÍTICA IMANENTE AO DIREITO: PARA ALÉM DO POSITIVISMO

2.1 Contextualização do Momento Histórico da Racionalidade Comunicativa: Sociedade Tradicional Versus Sociedade Moderna

2.2 Construção da Racionalidade Comunicativa: a Guinada Linguística

2.3 Diferenças Entre a Racionalidade Comunicativa e a Instrumental

2.4 Entre a Facticidade e a Validade

3 DISTINÇÕES ELEMENTARES: LEGALIDADE E LEGITIMIDADE

3.1 A Legitimidade Moderna: Meandros da Legalidade

3.2 A Legitimidade e a Teoria: a Contribuição Habermasiana nos Termos da Ética Discursiva

3.3 Três Dimensões da Proposta Habermasiana Sobre a Legitimidade

3.4 A Probabilidade de Legitimidade por Meio do Direito

3.5 O Critério Procedimental da Legitimidade: a Proposta Habermasiana

3.6 A Impossibilidade da Legitimidade por Meio da Legalidade

3.7 Concepção Procedimental da Formação do Direito

3.8 Um Projeto Para o Presente: a Questão da Autonomia e da Subjetividade na Cidadania

4 A FACTICIDADE E A VALIDADE DA JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL

4.1 Jurisdição Constitucional: Limites e Legitimidade

4.2 Jurisdição Constitucional Agressiva

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

Índice alfabético

A

  • Autonomia. Um projeto para o presente: a questão da autonomia e da subjetividade na cidadania

C

  • Comunicação. Contextualização do momento histórico da racionalidade comunicativa: sociedade tradicional versus sociedade moderna
  • Conclusão
  • Construção da racionalidade comunicativa: a guinada linguística
  • Contextualização do momento histórico da racionalidade comunicativa: sociedade tradicional versus sociedade moderna
  • Critério procedimental da legitimidade: a proposta habermasiana
  • Crítica imanente ao Direito: para além do positivismo

D

  • Diferenças entre a racionalidade comunicativa e a instrumental
  • Direito. Crítica imanente ao Direito: para além do positivismo
  • Distinções elementares: legalidade e legitimidade

E

  • Entre a facticidade e a validade
  • Entre a filosofia e a política. O Estado no paradigma de Jürgen Habermas
  • Estado de Direito como paradigma
  • Estado de Direito como paradigma: o intervencionismo estatal
  • Estado de Direito como paradigma: o liberalismo
  • Estado. Entre a filosofia e a política. O Estado no paradigma de Jürgen Habermas
  • Ética discursiva. Legitimidade e a teoria: a contribuição habermasiana nos termos da ética discursiva

F

  • Facticidade e a validade da jurisdição constitucional
  • Facticidade. Entre a facticidade e a validade
  • Filosofia. Entre a filosofia e a política. O Estado no paradigma de Jürgen Habermas
  • Formação do Direito. Concepção procedimental da formação do Direito

G

  • Guinada linguística. Construção da racionalidade comunicativa: a guinada linguística

I

  • Impossibilidade da legitimidade por meio da legalidade
  • Intervencionismo estatal. Estado de Direito como paradigma: o intervencionismo estatal
  • Intriga paradigmática
  • Introdução

J

  • Jürgen Habermas. Legitimidade e a teoria: a contribuição habermasiana nos termos da ética discursiva
  • Jürgen Habermas. Entre a filosofia e a política. O Estado no paradigma de Jürgen Habermas
  • Jürgen Habermas. Critério procedimental da legitimidade: a proposta habermasiana
  • Jürgen Habermas. Três dimensões da proposta habermasiana sobre a legitimidade
  • Jurisdição constitucional agressiva
  • Jurisdição constitucional. Facticidade e a validade da jurisdição constitucional
  • Jurisdição constitucional: limites e legitimidade

L

  • Legalidade. Distinções elementares: legalidade e legitimidade
  • Legalidade. Impossibilidade da legitimidade por meio da legalidade
  • Legalidade. Legitimidade moderna: meandros da legalidade
  • Legitimidade e a teoria: a contribuição habermasiana nos termos da ética discursiva
  • Legitimidade moderna: meandros da legalidade
  • Legitimidade. Critério procedimental da legitimidade: a proposta habermasiana
  • Legitimidade. Distinções elementares: legalidade e legitimidade
  • Legitimidade. Impossibilidade da legitimidade por meio da legalidade
  • Legitimidade. Probabilidade de legitimidade por meio do direito
  • Legitimidade. Três dimensões da proposta habermasiana sobre a legitimidade
  • Liberalismo. Estado de Direito como paradigma: o liberalismo

P

  • Paradigma. Estado de Direito como paradigma
  • Paradigma. Estado de Direito como paradigma: o intervencionismo estatal
  • Paradigma. Estado de Direito como paradigma: o liberalismo
  • Paradigma. Intriga paradigmática
  • Política. Entre a filosofia e a política. O Estado no paradigma de Jürgen Habermas
  • Positivismo. Crítica imanente ao Direito: para além do positivismo
  • Probabilidade de legitimidade por meio do direito

R

  • Racionalidade comunicativa. Construção da racionalidade comunicativa: a guinada linguística
  • Racionalidade comunicativa. Contextualização do momento histórico da racionalidade comunicativa: sociedade tradicional versus sociedade moderna
  • Racionalidade comunicativa. Diferenças entre a racionalidade comunicativa e a instrumental
  • Racionalidade instrumental. Diferenças entre a racionalidade comunicativa e a instrumental
  • Referências

S

  • Sociedade. Contextualização do momento histórico da racionalidade comunicativa: sociedade tradicional versus sociedade moderna
  • Subjetividade. Um projeto para o presente: a questão da autonomia e da subjetividade na cidadania

T

  • Três dimensões da proposta habermasiana sobre a legitimidade

U

  • Um projeto para o presente: a questão da autonomia e da subjetividade na cidadania

V

  • Validade. Entre a facticidade e a validade
  • Validade. Facticidade e a validade da jurisdição constitucional

Recomendações

Capa do livro: Controle Concentrado de Constitucionalidade, Renato Horta Rezende

Controle Concentrado de Constitucionalidade

 Renato Horta RezendeISBN: 978853626882-8Páginas: 198Publicado em: 26/05/2017

Versão impressa

R$ 74,70Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 54,70Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Eutanásia e Ortotanásia, Eduardo Luiz Santos Cabette

Eutanásia e Ortotanásia

 Eduardo Luiz Santos CabetteISBN: 978853622437-4Páginas: 124Publicado em: 15/04/2009

Versão impressa

R$ 39,90Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 27,70Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Greening no Sistema Interamericano de Direitos Humanos, O, Gustavo de Faria Moreira Teixeira

Greening no Sistema Interamericano de Direitos Humanos, O

 Gustavo de Faria Moreira TeixeiraISBN: 978853623541-7Páginas: 344Publicado em: 07/11/2011

Versão impressa

R$ 99,70Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Imprescritibilidade dos Crimes de Competência do Tribunal Penal Internacional no Brasil, Alex Xavier Santiago da Silva

Imprescritibilidade dos Crimes de Competência do Tribunal Penal Internacional no Brasil

 Alex Xavier Santiago da SilvaISBN: 978853627082-1Páginas: 154Publicado em: 27/07/2017

Versão impressa

R$ 57,70Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 39,90Adicionar eBook
ao carrinho