Riqueza das Nações, A - Livro I

Adam Smith - Tradução: Maria Teresa de Lemos Lima

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Adam Smith - Tradução: Maria Teresa de Lemos Lima
ISBN: 853621409-0
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 142
Publicado em: 01/11/2006
Área(s): Economia; Literatura e Cultura - Política, História e Filosofia
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Você encontrará nesta obra:

• Da Divisão do Trabalho;
• Do Princípio que Ocasiona a Divisão do Trabalho;
• Que a Divisão do Trabalho é Limitada pela Extensão do Mercado;
• Da Origem e Uso do Dinheiro;
• Do Preço Real e Nominal das Mercadorias ou do Preço delas em Trabalho, e o Preço delas em Dinheiro;
• Das Partes Componentes do Preço de Mercadorias;
• Do Preço Natural e do Preço de Mercado Das Mercadorias;
• Dos Salários do Trabalho;
• Dos Lucros do Capital;
• Dos Salários e do Lucro nos Diversos Empregos de Mão-de-Obra e de Capital;
- Primeira Parte – Desigualdades decorrentes da natureza dos próprios empregos;
- Segunda Parte – Desigualdades Ocasionadas pela Política da Europa.

AUTOR(ES)

Adam Smith
Nasceu em Kirkcaldy, Escócia, em 05 de junho, 1723. Filho de um funcionário público, que morreu alguns meses antes de seu nascimento. Estudou na Universidade de Glasgow (como bolsista), após seis anos em Oxford, retornou para a Escócia; em Edimburgo proferiu conferências sobre temas voltados aos princípios políticos e legais, sobre os quais ele desenvolveu suas idéias mais tarde. Em 1751, Smith foi indicado professor de Lógica na Universidade de Glasgow, no ano seguinte trocou a Lógica pela cadeira de Filosofia Moral.

Por volta de 1764 Smith renunciou à função de professor e viajou por três anos ao Continente como tutor do Duque de Buccleuch. Na França encontrou filósofos como Voltaire e o financista Jacques Necker, tornando-se conhecido entre um grupo de economistas reconhecidos como Fisiocratas, que deu origem ao termo laissez-faire e cujos nomes incluem também François Quesnay e Jacques Turgot. Ao voltar para Kirkcaldy em 1776, permanece dez anos preparando A Riqueza das Nações, que lhe confere fama e reconhecimento. É nomeado para importante cargo de Alfândega, onde também atua como consultor fiscal e econômico para empresários.

Adam Smith é um dos mais maiores teóricos da Economia Clássica e com ele, a Economia passa a ter status de ciência. Em 1776, com a publicação de A Riqueza das Nações: Investigação Sobre sua Natureza e suas Causas, quando a Inglaterra vivia o auge da Revolução Industrial, o que serviu de base teórica para a expansão do capitalismo industrial. Em 1787, foi indicado para o cargo de Reitor da Universidade de Glasgow, no qual permaneceu pouco tempo. Vai para Edimburgo, onde morre aos 17 de julho de 1790.

TRADUTORA
Maria Teresa Lemos de Lima
Nasceu no Rio de Janeiro, quando ainda era Distrito Federal, em 31 de março de 1947. Cursou História pela UFPR e morou muitos anos fora do Brasil: em Buenos Aires, Paris e Edimburgo. Depois que voltou, mora no Balneário de Pontal do Sul, no Litoral do Paraná. Faz traduções e dá aulas de Inglês, Francês e Espanhol.

SUMÁRIO

Capítulo I - Da Divisão do Trabalho

Capitulo II - Do Princípio que Ocasionaa Divisão do Trabalho

Capítulo III - A Divisão do Trabalho é Limitada pela Extensão do Mercado

Capítulo IV - Da Origem e Uso do Dinheiro

Capítulo V - Do Preço Real e Nominal das Mercadorias ou do Preço delas em Trabalho, e o Preço delas em Dinheiro

Capítulo VI - Das Partes Componentes do Preço de Mercadorias

Capítulo VII - Do Preço Natural e do Preço de Mercado das Mercadorias

Capítulo VIII -Dos Salários do Trabalho

Capítulo IX - Dos Lucros do Capital

Capítulo X - Dos Salários e do Lucro nos Diversos Empregos de Mão- de-Obra e de Capital

Primeira Parte - Desigualdades decorrentes da natureza dos próprios empregos

Segunda Parte - Desigualdades Ocasionadas pela Política da Europa

ÍNDICE ALFABÉTICO

C

  • Capital. Lucros do capital
  • Capital. Salários e lucro nos diversos empregos de mão-de-obra e de capital

D

  • Desigualdades decorrentes da natureza dos próprios empregos.
  • Desigualdades ocasionadas pela política na Europa
  • Dinheiro. Origem e uso do dinheiro.
  • Dinheiro. Preço real e nominal das mercadorias ou do preço delas em trabalho, e o preço delas em dinheiro.
  • Divisão do trabalho
  • Divisão do trabalho. Princípio queocasiona a divisão do trabalho.
  • Divisão do trabalho é limitadapela extensão do mercado

E

  • Emprego. Desigualdades decorrentes da natureza dos próprios empregos
  • Europa. Desigualdades ocasionadas pela política na Europa.

L

  • Lucro. Salários e lucro nos diversos empregos de mão-de-obra e de capital
  • Lucros do capital.

M

  • Mercado. Divisão do trabalho é limitada pela extensão do mercado.
  • Mercado. Preço natural e preço de mercado das mercadorias
  • Mercadoria. Partes componentes do preço de mercadorias
  • Mercadoria. Preço natural e preço de mercado das mercadorias
  • Mercadoria. Preço real e nominal das mercadorias ou do preço delas em trabalho, e o preço delas em dinheiro
  • Mão-de-obra. Salários e lucro nos diversos empregos de mão-de-obra e de capital

O

  • Origem e uso do dinheiro

P

  • Partes componentes do preço de mercadorias.
  • Política social. Desigualdades ocasionadas pela política na Europa.
  • Preço. Partes componentes do preço de mercadorias
  • Preço natural e preço demercado das mercadorias
  • Preço nominal. Preço real e nominal das mercadorias ou do preço delas em trabalho, e o preço delas em dinheiro
  • Preço real e nominal das mercadorias ou do preço delas em trabalho, e o preço delas em dinheiro
  • Princípio que ocasiona adivisão do trabalho.

R

  • Remuneração. Salários do trabalho

S

  • Salários dotrabalho
  • Salários e lucro nos diversos empregos de mão-de-obra e de capital
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: