Psicanálise: Nas Situações Sociais Críticas - Violência, Juventude e Periferia: Uma Abordagem Grupal

Jorge Broide

Leia na Biblioteca Virtual
de: R$ 39,90 * por
* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Jorge Broide
ISBN: 978853622203-5
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 140
Publicado em: 28/11/2008
Área(s): Psicologia - Psicanálise
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Em 1976, Jorge estava na rua conhecendo as crianças e adolescentes que transitavam por ali com seus devaneios, raivas, medos e abandonos. Estávamos em plena ditadura militar e a formação dos alunos da Psicologia da PUC-SP, onde Jorge era estudante, se dava no enredamento e confronto com as exigências da realidade. A psicanálise foi desde o início, sua referência para escutar e compreender.

Depois, na mesma década, estava no Centro de Defesa de Direitos Humanos em Osasco. Ali, as violações referiam-se basicamente à violência policial. O atendimento terapêutico e a militância política criavam desafios e impunham a criação de uma clínica social, uma outra perspectiva da psicanálise a ser construída enquanto Jorge construía também sua identidade profissional, nas praças, no atendimento psicoterapêutico de presos, seus familiares, crianças e adolescentes.

Depois, a supervisão de grupos profissionais e instituições que lidavam com crianças e adolescentes, com o sofrimento do abandono, com os prejuízos que a prática do ato infracional revelam.

Criou, com uma equipe interdisciplinar, o Centro Latino Americano de Estudos em Saúde Mental, em 1989; foi membro do Conselho Federal de Psicologia, onde pôde contribuir com sua experiência de trânsito pela América Latina, a partir dos encontros de psicanálise e marxismo em Cuba. Sempre teve a clinica-consultório onde pode ir afinando o uso criterioso dos ensinamentos da psicanálise. E, neste momento, é professor-pesquisador do curso de Mestrado Profissional Adolescente em Conflito com a Lei da UNIBAN, um novo desafio.

Neste percurso, este livro (sua tese de doutorado) aborda a radicalidade das práticas de convivência da nossa juventude e os dilemas - ético, político, existencial - que os profissionais, trabalhadores da área, enfrentam em áreas sociais críticas, quando comprometidos com o exercício dos direitos à juventude.

Boa leitura!

São Paulo, outubro de 2008

Profª Drª Maria de Lourdes Trassi Teixeira - Coordenadora do Mestrado Profissional Adolescente em Conflito com a Lei Psicanalista e Doutora em Serviço Social Supervisora da Facualdade de Psicologia da PUC-SP.

AUTOR(ES)

Jorge Broide é formado em Psicologia pela PUC-SP em 1979; Mestre em Psicologia Clinica pela PUCCAMP em 1993; Doutor em Psicologia Social pela PUC-SP em 2006. Psicanalista, membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre. Analista institucional e consultor. Professor do Curso de Psicologia da PUC-SP.

Foi durante 10 anos Presidente do Centro Latino Americano de Estudos em Saúde Mental (1989-1999); Presidente do Conselho Consultivo da Fundação Abrinq para os Direitos da Criança e do Adolescente (2006-2010); Membro do Conselho Diretivo do Instituto APPOA, Clinica, Intervenção e Pesquisa; Diretor de Comunicação do Fórum Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (2006-2008).

Trabalha na área das situações sociais críticas há 35 anos (crianças de rua, população adulta de rua, adolescentes em conflito com a lei, sistema penitenciário, programas de transferência de renda, juventude das periferias, na defesa dos Direitos Humanos, economia solidária, etc.).

SUMÁRIO

CAPÍTULO 1 TRAJETÓRIA PROFISSIONAL: EM DIREÇÃO AO TEMA DA PESQUISA

1.1 Descobrindo a Rua, a Prisão e a Violência

1.2 Aprofundando os Grupos e as Instituições na América Latina

1.3 O Centro Latino-Americano de Estudos em Saúde Mental

1.4 A Economia e a Psicanálise: Um Momento de Síntese

CAPÍTULO 2 OS PARÂMETROS DA PESQUISA

2.1 A Delimitação do Problema da Pesquisa

2.2 O Campo Clínico da Pesquisa

2.3 O Referencial Teórico

2.4 Metodologia

CAPÍTULO 3 SITUANDO O CAMPO E OTEMPO HISTÓRICO DA PESQUISA

3.1 Algumas Considerações sobre o Método da Economia

3.2 O Modo de Produção na Modernidade e no Capitalismo

3.3 O Processo de Globalização e o do Cotidiano

3.4 O Desamparo: um dos Pilares do Capitalismo

3.5 Impacto dos Processos Econômicos e da Globalização sobre Subjetividade - Trabalho Psicanalítico no Campo Social

CAPÍTULO 4 O GRUPO OPERATIVO

4.1 A Dinâmica Grupal

CAPÍTULO 5 ANÁLISE DO MATERIAL CLÍNICO E CONSIDERAÇÕES FINAIS

5.1 Análise das Categorias

5.1.1 O Território da Periferia

5.1.2 A Palavra

5.1.3 Os Processos de Identificação

5.1.4 A Diferença entre as Classes Sociais

5.2 Considerações Finais

REFERÊNCIAS

INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: