Jung e o Laboratório da Alma - A Psicologia Analítica Examinada pela Teoria do Ator-Rede

Henrique Pereira

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Henrique Pereira

ISBN: 978853623132-7

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 194

Publicado em: 30/09/2010

Área(s): Psicologia - Diversos

Sinopse

“... A riqueza deste livro torna a tarefa de classificá-lo muito complexa, pois ele acaba se apresentando como multifacetado, um n-edro difícil de ser totalmente visualizado. Ele é uma introdução ao pensamento de Jung. Uma apresentação também introdutória da sociologia de Bruno Latour. Uma história da psicologia junguiana na linha do importantíssimo Sonu Shamdasani. Mas engana-se quem pensa que esta introdução fica em um nível superficial. ‘Jung e o Laboratório da Alma’ é também um livro complexo que apresenta conexões inovadoras e oferece releituras que revitalizam o entendimento de conceitos já desgastados pelo tempo e pelas práticas domesticadoras e simplificadoras de um didatismo inócuo. Todos os principais conceitos da psicologia junguiana são revisitados de forma herética, ou seja, possibilitando ou garantindo o direito de escolhas, contra a ditadura do ‘querer dizer’ (o que Jung quis dizer com..., por exemplo), dessa forma fertilizando-os...”

Trechos do Prefácio de Carlos Bernardi

Autor(es)

Henrique Pereira é Doutor em Psicologia – UERJ, 2007; Mestre em Psicologia – UERJ, 2001; graduado em Psicologia – UERJ, 1997. Psicólogo Clínico, atuando no Rio de Janeiro e Niterói; Professor de universidades particulares no Rio de Janeiro e Niterói; Organizador de Simpósios e Cursos sobre Psicologia Junguiana e pós-junguiana, no Rio de Janeiro; Cofundador do projeto Rubicão: travessias junguianas.

 

Sumário

Introdução

Capítulo 1 A Teoria do Ator-Rede: Bruno Latour e seus aliados

Por que a teoria do ator-rede?

O Céu e a Caverna

Redefinido o social: o social como o coletivo em expansão

Desdobrando o social

Embaraços de fala

Ação: atores, rede, actantes e agências

Realidade e recalcitrância

Reunindo o social

Os psicomorfos

O laboratório de etnopsiquiatria e os avatares do sujeito

Os operadores terapêuticos

Mediação e analogia: a influência como exigência lógica

Os transpavores

Capítulo 2 A psique e suas agências

A realidade psíquica

"A psicologia com a psique"

A teoria dos complexos

Complexos, mônadas e a teoria do ator-rede

Os arquétipos e o inconsciente coletivo

O homem do falo solar e as "reminiscências da humanidade"

Arquétipo, natureza e cultura

Revendo a teoria dos arquétipos

Os arquétipos e a República da Psique

Capítulo 3 A psicologia das relações

As relações psíquicas e suas patologias

Vínculos patológicos

Redirecionando a libido, substituindo os vínculos

As relações analíticas

Interpretando sonhos a caminho da América

Resistência em análise, resistências à psicanálise

Método dialético e recalcitrância

O processo de individuação ou a arte de fazer bons vínculos

Capítulo 4 O laboratório da alma

Novos caminhos da psicologia

Jung, o pragmatismo de William James e das Wirksame

A introspecção reimaginada e o "Caso Jung"

A função transcendente e o método da imaginação ativa

Desdobrando e compondo o psíquico

O método construtivo e a influenciologia

Epílogo

Referências

Índice alfabético

A

  • A função transcendente e o método da imaginação ativa
  • A introspecção reimaginada e o "caso Jung"
  • A psicologia com a psique.
  • A psicologia das relações
  • A realidade psíquica
  • A teoria do ator-rede: Bruno Latour e seus aliados
  • Ação: atores, rede, actantes e agências
  • Actantes. Ação: atores, rede, actantes e agências
  • Agências. A psique e suas agências
  • Agências. Ação: atores, rede, actantes e agências
  • Alma. O laboratório da alma
  • Análise. Classificaão. Psicologia analítica. Pré-moderna, moderna, pós-moderna. e não moderna!
  • Análise. Operadores terapêuticos
  • Análise. Psicologia analítica. Pré-moderna, moderna, pós-moderna. e não moderna!
  • Análise. Relações analíticas
  • Análise. Resistência em análise,resistências à psicanálise
  • Análise. Vínculos patológicos
  • Analogia e mediação: a influência como exigência lógica
  • Arquétipo, natureza e cultura
  • Arquétipo. Os arquétipos ea República da Psique
  • Arquétipo. Os arquétipos eo inconsciente coletivo
  • Arquétipo. Revendo a teoria dos arquétipos
  • Arte de fazer bons vínculos. Processo de individuação.
  • As relações analíticas
  • As relações psíquicas esuas patologias
  • Ator-rede. A teoria do ator-rede: Bruno Latour e seus aliados
  • Ator-rede. Complexos, mônadas e a teoria do ator-rede
  • Atores. Ação: atores, rede, actantes e agências
  • Avatares do sujeito. Laboratório de etnopsiquiatria e os avatares do sujeito

B

  • Bibliografia. Referências
  • Bruno Latour e seus aliados. Teoria do ator-rede.

C

  • Cartesiano. Herançacartesiana. Jung.
  • Classificação. Psicologia analítica. Pré-moderna, moderna, pós-moderna. e não moderna!
  • Coletividade. Desdobrando o social
  • Coletividade. Redefinido o social: o social como o coletivo em expansão
  • Coletividade. Reunindo o social
  • Complexos, mônadas e a teoria do ator-rede
  • Composição do coletivo.Embaraços de fala
  • Cultura, arquétipoe natureza.

D

  • Das Wirksame. Jung, o pragmatismo de William James e das Wirksame
  • Desdobrando e compondo o psíquico
  • Desdobrando o social

E

  • Embaraços de fala. Composição do coletivo.
  • Epílogo
  • Etnopsiquiatria. Laboratório de etnopsiquiatria e os avatares do sujeito
  • Expansão do coletivo. Redefinido o social: o social como o coletivo em expansão

F

  • Freud. Interpretando sonhos a caminho da América
  • Função transcendente e o método da imaginação ativa

H

  • Herança cartesiana. Jung.
  • Homem do falo solar e as "reminiscências da humanidade"

I

  • Imaginação ativa. Desdobrandoe compondo o psíquico
  • Inconsciente coletivo. Os arquétipos e o inconsciente coletivo
  • Individualidade. Processo de individuação ou a arte de fazer bons vínculos
  • Influência. Mediação e analogia: a influência como exigência lógica
  • Introdução
  • Introspecção reimaginada e o "caso Jung"

J

  • Jung, o pragmatismo de William James e das Wirksame
  • Jung. "Subvertendo" Jung.
  • Jung. Complexos, mônadas e a teoria do ator-rede
  • Jung. Herança cartesiana.
  • Jung. Interpretando sonhos a caminho da América
  • Jung. Método construtivoe a influenciologia
  • Jung. Por que a teoria do ator-rede?
  • Jung. Psicologia analítica. Pré-moderna, moderna, pós-moderna. e não moderna!
  • Jung. Teoria dos complexos

L

  • Laboratório da alma
  • Laboratório de etnopsiquiatria e os avatares do sujeito
  • Libido. Redirecionando a libido, substituindo os vínculos

M

  • Mônadas, complexos e a teoria do ator-rede
  • Mediação e analogia: a influência como exigência lógica
  • Método construtivo e ainfluenciologia
  • Método da imaginação ativa.Função transcendente.
  • Método dialético erecalcitrância
  • Método psicoterapêutico. A introspecção reimaginada e o "caso Jung"
  • Mito de Platão. Teoria autor-rede. O céu e a caverna.
  • Motivação. Por que a teoria do ator-rede?

N

  • Natureza da ação: atores, rede, actantes e agências
  • Natureza, arquétipo e cultura
  • Neurose e psicose. O homem do falo solar e as "reminiscências da humanidade"
  • Novos caminhos da psicologia

O

  • O céu e a caverna. Teoria autor-rede.
  • O laboratório da alma
  • O método construtivo e a influenciologia
  • O processo de individuação ou aarte de fazer bons vínculos
  • Operadores terapêuticos
  • Os arquétipos e o inconsciente coletivo
  • Os psicomorfos

P

  • Patologia. As relações psíquicas e suas patologias
  • Patologia. Vínculos patológicos
  • Por que a teoria do ator-rede?
  • Pragmatismo de William James e das Wirksame. Jung.
  • Prática da psicoterapia. Novos caminhos da psicologia
  • Processo de individuação ou a arte de fazer bons vínculos
  • Psicanálise. Resistência em análise, resistências à psicanálise
  • Psicologia analítica. Mediação e analogia: a influência como exigência lógica
  • Psicologia analítica. Por quea teoria do ator-rede?
  • Psicologia analítica. Pré-moderna, moderna, pós-moderna. e não moderna!
  • Psicologia analítica. Redirecionando alibido, substituindo os vínculos
  • Psicologia analítica. Relações psíquicas e suas patologias
  • Psicologia analítica. Transpavores
  • Psicologia científica.A realidade psíquica
  • Psicologia com a psique.
  • Psicologia das relações
  • Psicologia. Novos caminhos.
  • Psicólogo social. Transpavores
  • Psicomorfos
  • Psicose e neurose. O homem do falo solar e as "reminiscências da humanidade"
  • Psicoterapia. Novos caminhos da psicologia
  • Psicoterapia. Relações analíticas
  • Psique e suas agências
  • Psique. A psicologia com a psique.
  • Psique. Os arquétipos e aRepública da Psique

R

  • Realidade e recalcitrância
  • Realidade psíquica
  • Recalcitrância erealidade.
  • Recalcitrância. Método dialético.
  • Rede. Ação: atores, rede, actantes e agências
  • Redefinido o social: o social como o coletivo em expansão
  • Redirecionando a libido, substituindo os vínculos
  • Referências
  • Relações analíticas
  • Relações psíquicas e analíticas. Processo de individuação ou a arte de fazer bons vínculos
  • Relações psíquicas e suas patologias
  • Relações. A psicologiadas relações
  • Resistência em análise, resistências à psicanálise
  • Reunindo o social
  • Revendo a teoria dos arquétipos

S

  • Social como o coletivo em expansão. Redefinido o social.
  • Social. Redefinido o social: o social como o coletivo em expansão
  • Social. Teoria autor-rede. O céu e a caverna.
  • Sociedade. Ação: atores, rede, actantes e agências
  • Sociedade. Desdobrando o social
  • Sociedade. Reunindo o social
  • Sonho. Interpretando sonhos a caminho da América
  • Subvertendo Jung.

T

  • Teoria autor-rede. O céu e a caverna.
  • Teoria do ator-rede. Complexos, mônadas e a teoria do ator-rede
  • Teoria do ator-rede. Por quê?
  • Teoria do ator-rede: Bruno Latour e seus aliados
  • Teoria dos arquétipos. Revisão.
  • Teoria dos complexos
  • Terapeuta. Influência. Mediação e analogia: a influência como exigência lógica
  • Terapia. Os operadores terapêuticos
  • Transpavores
  • Tratamento analítico. Vínculos patológicos

V

  • Vínculo. Redirecionando a libido, substituindo os vínculos
  • Vínculos patológicos
  • Vínculos. O processo de individuação ou a arte de fazer bons vínculos

Recomendações

Capa do livro: Psicogerontologia - Fundamentos e Práticas, Orgs.: Beltrina Côrte, Delia Catullo Goldfarb e Ruth Gelehrter da Costa Lopes

Psicogerontologia - Fundamentos e Práticas

 Orgs.: Beltrina Côrte, Delia Catullo Goldfarb e Ruth Gelehrter da Costa LopesISBN: 978853622697-2Páginas: 196Publicado em: 03/11/2009

Versão impressa

R$ 49,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Vida em Ritmo de Concursos - Vivências e Emoções para Refletir e Seguir Rumo à Aprovação!, Luiza Cristina de Azevedo Ricotta

Vida em Ritmo de Concursos - Vivências e Emoções para Refletir e Seguir Rumo à Aprovação!

 Luiza Cristina de Azevedo RicottaISBN: 978853625549-1Páginas: 88Publicado em: 22/01/2016

Versão impressa

R$ 34,90Adicionar ao
carrinho
Versão impressa
+ eBook grátis

Na compra da versão impressa, a versão digital é brinde!


Versão digital

R$ 24,70Adicionar ao
carrinho