Sobre a Hipérbole Humana - ou O Homem Este Desconhecido

Rogério Moreira Orrutea

Versão impressa

por R$ 149,90em 5x de R$ 29,98Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
de R$ 104,70*
por R$ 89,00em 3x de R$ 29,67Adicionar ao carrinho

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Rogério Moreira Orrutea

ISBN v. impressa: 978853623172-3

ISBN v. digital: 978853626442-4

Acabamento: Capa Dura + Sobrecapa

Formato: 16,5x21,5 cm

Peso: 426grs.

Número de páginas: 384

Publicado em: 29/10/2010

Área(s): Filosofia

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Trata-se de uma obra oportuna para ser consultada neste início do século XXI – sobretudo neste período –, na medida em que aponta um reclamo para um existencialismo ético, e ao mesmo tempo retrata como o pensamento filosófico enxerga a condição humana – em todas as dimensões possíveis como ela é – e também a atual forma de atuação do homem – com ênfase não só no quê e como ele se conduz, mas principalmente no quê e como ele pode e deve conduzir as suas realizações.

Nunca o homem experimentou uma explosão tão intensa no campo da Tecnologia e da ciência, conforme se verifica nos tempos hodiernos. Em contrapartida também este mesmo homem nunca tornou-se tão deficitário no campo da Humanística e da Ética. É neste contexto em que o Autor de Sobre a Hipérbole Humana procura refletir sobre as raízes desta problemática e que envolve a natureza humana em geral, focalizando-a em três dimensões fenomênicas básicas: o homem como fenômeno natural, com destaque a sua imprevisibilidade cromossômica, sobretudo no campo da predisposição (moral, intelectual e física), com sua plurivalência; o homem como fenômeno volitivo, com destaque a sua estrutura dualística e a sua faculdade de querer; e finalmente, como consectário disto, necessariamente o homem como fenômeno ético, com destaque o processo da sua construção na parte essencial (natureza alta).

Autor(es)

Rogério Moreira Orrutea - O Autor é Professor de Filosofia do Direito no curso de Direito da Universidade Estadual de Londrina – UEL e é Pós-graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP. É Procurador de Justiça no Estado do Paraná.

Sumário

INTRODUÇÃO, p. 13

PARTE 1 DA COMBINATÓRIA CROMOSSÔMICA, p. 25

1 Sobre o Problema do Enigma Humano, p. 27

1.1 Enigma Humano e Ideologia, p. 31

1.1.1 Ideologia e Sistema, p. 32

1.1.2 A Ideologia e os Condicionantes da Lógica do Paradoxo e da Teoria da Interação, p. 34

2 As Consequências do Enigma Humano e o Papel da Linguagem, p. 37

2.1 Linguagem Humana e Cultura, p. 40

2.1.1 O Conceito de Cultura do Sentido Subjetivo e no Sentido Objetivo, p. 43

3 Da Combinatória Cromossômica, p. 47

3.1 A Combinatória Cromossômica e o Enigma da Imprevisibilidade, p. 51

4 Síntese Conclusiva, p. 54

PARTE 2 O HOMEM E A SUA ESTRUTURA DUALÍSTICA, p. 57

1 Pressupostos Iniciais da Compreensão Filosófica, p. 59

2 O Homem na sua Estrutura Dual (Dualismo), p. 60

2.1 A Vida e a Morte na Visão da Ciência, p. 63

2.2 A Vida e a Morte na Visão da Filosofia (Sob uma Visão Filosófica), p. 64

2.2.1 A Intuição como Método da Estrutura Dualística, p. 66

3 Síntese Conclusiva, p. 76

PARTE 3 DA RENÚNCIA AO CORPO, p. 79

Capítulo 1 - À Guisa de Fundamentação e Advertência Inicial, p. 81

1.1 Uma Questão de Teleologia Humanista, p. 81

1.2 Da Proposição Filosófica na Investigação, p. 83

Capítulo 2 - Das Faculdades Superiores no Homem e as Predisposições Moral, Intelectual e Física, p. 87

2.1 As Predisposições como Faculdades Naturais do Homem, p. 87

2.2 O Homem e a sua Estrutura Dialética Funcionalista, p. 88

Capítulo 3 - O Homem e a sua Transcendentalidade, p. 93

3.1 A Questão da Transcendentalidade, p. 93

3.2 A Transcendentalidade do Homem pela sua Disposição Moral, p. 95

3.3 A Transcendentalidade do Homem pela sua Disposição Intelectual, p. 102

3.3.1 A Transcendentalidade pela Disposição Intelectual e o Papel da Inteligência, p. 105

3.4 A Transcendentalidade na Disposição Intelectual e a Dialética pela Interação, p. 110

3.5 A Transcendentalidade do Homem e o Caráter-função da Sublimação, p. 116

3.6 A Transcendentalidade do Homem e o Processo da Superação, p. 119

3.6.1 A Questão da Superação e da Liberdade Humana, p. 123

3.6.2 A Questão da Liberdade e a Mnemônica da Humanidade (Coletiva), p. 127

3.7 A Implicação Funcional Recíproca da Sublimação e da Superação, p. 128

Capítulo 4 - O Homem e a sua Degenerescência Progressiva, p. 131

4.1 A Questão da Degenerescência Progressiva, p. 131

4.2 A Degenerescência Progressiva pela Ótica da sua Estrutura Dialética, p. 134

4.3 Juízo de Valor, Juízo de Realidade e Degenerescência Progressiva, p. 143

4.3.1 Juízo de Valor, Juízo de Realidade, Degenerescência Progressiva e a Relação com a Mente Consciente e a Mente Inconsciente, p. 146

Capítulo 5 - Da Renúncia ao Corpo, p. 151

5.1 A Ideia de Renúncia ao Corpo como Fenômeno Dialético, p. 151

5.2 A Noção de Vida como Entidade Paralela ao Corpo, p. 155

5.3 Formas Lógicas Condicionantes do Prestígio à Vida, p. 160

5.4 A Existência do Homem e a Ideia do Paralelismo Essência-Circunstância, p. 163

5.4.1 O Homem e os Seus Princípios. Os Chamados Valores Permanentes, p. 170

5.4.2 A Lógica da Interação Essência-Circunstância, p. 175

5.5 Homem e a sua Individualidade, p. 177

5.5.1 A Individualidade do Homem e a Dialética da Diversidade ao Lado da Dialética da Adversidade, p. 182

5.5.2 A Individualidade do Homem, a Vida em Sociedade e a Vida Comunal, p. 186

5.5.2.1 O Homem e a sua Cidadania, p. 188

5.5.2.2 O Homem e a sua Solidão, p. 192

5.5.3 A Individualidade do Homem e as Formas Avaliativas pela Própria Consciência, p. 196

5.5.4 Individualidade e Inteligência, p. 198

5.5.5 Individualidade e Essência, p. 203

5.5.6 Individualidade e Liberdade, p. 206

Capítulo 6 - O Homem, a sua Essência e a sua Natureza: Um Mundo de Conflito e de Contrariedade, p. 209

6.1 O Plano da Essência Humana (Função Superior) e o Plano da Natureza Humana (Função Inferior), p. 209

6.2 O Homem, o seu Desejo e o seu Crescimento, p. 213

6.3 O Desejo do Homem nas Formas Matrizes e nas Formas Desdobradas, p. 215

6.4 O Desejo Matriz na Espécie Humana e os Consectários Poligamia e Monogamia, p. 219

6.5 O Homem e os Sistemas Matriarcal e Patriarcal, p. 229

6.6 Sobre a Natureza Humana e a Desigualdade entre os Homens, p. 232

6.6.1 A Hipocrisia Humana como Sintoma da Desigualdade, p. 237

6.6.2 A Desigualdade Humana e o Binômio Homem-Poder, p. 239

6.6.3 Desigualdade e Interdisciplinaridade Entre os Homens, p. 243

6.7 O Homem como um Ser Ético, p. 245

6.7.1 O Conceito de Ética pelas suas Condições Objetivas, p. 246

6.7.2 Normas e Valores, p. 250

6.7.3 O Fenômeno Jurídico, p. 253

6.7.4 Sobre a Ética na Política, p. 255

6.7.5 Ética na Vida Profissional, p. 259

6.7.5.1 Sobre a Ética do Trabalho, p. 261

6.7.6 Ética no Convívio e nas Relações Sociais, p. 268

6.7.7 Ética na Educação, p. 269

6.7.8 Ética na Economia, p. 272

6.7.8.1 Economia e Cultura, p. 278

6.7.8.2 A Propriedade Privada e a Natureza Humana, p. 286

6.7.9 Natureza Humana e Racionalidade Ética, p. 292

6.8 Razão e Plenitude, p. 293

Capítulo 7 - Homem e os seus Universos Básicos: O Universo da Sensibilidade, o Universo da Racionalidade e o Universo da Intuição, p. 295

7.1 O Homem como um Ser Gnosiológico, p. 295

7.2 O Homem e o seu Universo da Sensibilidade ou Universo de Primeiro Grau, p. 299

7.3 O Homem e o seu Universo da Racionalidade ou Universo de Segundo Grau, p. 300

7.4 O Homem e o seu Universo da Intuição ou Universo de Terceiro Grau, p. 307

7.5 O Homem no Mundo e o Mundo no Homem (Sobre as Significações, os Conceitos e as Definições), p. 313

7.6 O Homem e os seus Talentos, p. 317

7.7 O Homem e a sua Religiosidade, p. 325

7.7.1 A Religiosidade na Forma Politeísta, p. 332

7.7.2 A Religiosidade na Forma Monoteísta, p. 335

7.7.3 O Homem de Religião, o Homem de Ciência e o Homem de Filosofia, p. 340

7.8 O Homem e as suas Dimensões e Renúncias, p. 344

7.9 Sobre o Construtivismo e o Desconstrutivismo Humano, p. 347

7.9.1 A Crítica Construtivista e a Crítica Desconstrutivista, p. 351

7.9.2 Construtivismo e Desconstrutivismo: Civilização e Barbárie, p. 355

7.9.3 Construtivismo e Desconstrutivismo: Estereótipo Sociológico, p. 357

7.9.4 Construtivismo e Desconstrutivismo na Arte, p. 358

7.9.5 O Papel das Escolas Oficiais, p. 360

CONCLUSÕES, p. 363

Índice alfabético

A

  • Adversidade. Individualidade do homem e a dialética da diversidade ao lado da dialética da adversidade., p. 182
  • Arte. Construtivismo e desconstrutivismo na arte., p. 358

B

  • Barbárie. Construtivismo e desconstrutivismo: civilização e barbárie., p. 355
  • Binômio homem-poder. Desigualdade humana e o binômio homem-poder., p. 239

C

  • Caráter-função da sublimação. Transcendentalidade do homem e o caráter-função da sublimação., p. 116
  • Cidadania. Homem e a sua cidadania., p. 188
  • Ciência. Homem de religião, o homem de ciência e o homem de filosofia, p. 340
  • Ciência. Vida e a mortena visão da ciência., p. 63
  • Civilização. Construtivismo e desconstrutivismo: civilização e barbárie, p. 355
  • Coletividade. Questão da liberdade e a mnemônica da humanidade (coletiva), p. 127
  • Combinatória cromossômica., p. 25
  • Combinatória cromossômica. Considerações., p. 47
  • Combinatória cromossômica. Síntese conclusiva, p. 54
  • Combinatória cromossômica e o enigma da imprevisibilidade, p. 51
  • Compreensão filosófica. Pressupostos iniciais, p. 59
  • Conceito. Homem no mundo e o mundo no homem (sobre as significações, os conceitos e as definições)., p. 313
  • Conceito de cultura do sentidosubjetivo e no sentido objetivo, p. 43
  • Conceito de ética pelas suas condições objetivas, p. 246
  • Conclusões, p. 363
  • Condicionante da lógica. Ideologia e os condicionantes da lógica do paradoxo e da teoria da interação, p. 34
  • Conflito. Homem, a sua essência e a sua natureza: um mundo de conflito e de contrariedade, p. 209
  • Consciência. Individualidade do homem e as formas avaliativas pela própria consciência, p. 196
  • Consciência. Juízo de valor, juízo de realidade, degenerescência progressiva e a relação com a mente consciente e a mente inconsciente, p. 146
  • Consectários. Desejo matriz na espécie humana e os consectários poligamia e monogamia, p. 219
  • Consequências do enigma humano e o papel da linguagem., p. 37
  • Construtivismo. Crítica construtivista e a crítica desconstrutivista, p. 351
  • Construtivismo. Sobre o construtivismo e o desconstrutivismo humano, p. 347
  • Construtivismo e desconstrutivismo: civilização e barbárie., p. 355
  • Construtivismo e desconstrutivismo: estereótipo sociológico., p. 357
  • Construtivismo e desconstrutivismo na arte, p. 358
  • Contrariedade. Homem, a sua essência e a sua natureza: um mundo de conflito e de contrariedade, p. 209
  • Convívio. Ética no convívio e nas relações sociais, p. 268
  • Corpo. Noção de vida como entidade paralela ao corpo, p. 155
  • Corpo. Renúncia ao corpo, p. 79
  • Corpo. Renúncia ao corpo, p. 151
  • Corpo. Renúncia ao corpo. À guisa de fundamentação e advertência inicial, p. 81
  • Corpo e alma. Vida e morte., p. 57
  • Crescimento. Homem, o seu desejo e o seu crescimento, p. 213
  • Crítica construtivista e a crítica desconstrutivista., p. 351
  • Cultura. Economia e cultura, p. 278
  • Cultura. Linguagem humana e cultura, p. 40
  • Cultura objetiva. Conceito de cultura do sentido subjetivo e no sentido objetivo., p. 43
  • Cultura subjetiva. Conceito de cultura do sentido subjetivo e no sentido objetivo., p. 43

D

  • Definição. Homem no mundo e o mundo no homem (sobre as significações, os conceitos e as definições), p. 313
  • Degenerescência progressiva. Dialética sobre a degenerescência progressiva e a transcendentalidade, p. 79
  • Degenerescência progressiva. Homem., p. 131
  • Degenerescência progressiva. Juízo de valor, juízo de realidade, degenerescência progressiva e a relação com a mente consciente e a mente inconsciente., p. 146
  • Degenerescência progressiva. Juízo de valor, juízo de realidade e degenerescência progressiva., p. 143
  • Degenerescência progressiva. Questão, p. 131
  • Degenerescência progressiva pela ótica da sua estrutura dialética., p. 134
  • Desconstrutivismo e construtivismo: estereótipo sociológico., p. 357
  • Desejo. Homem, o seu desejo e o seu crescimento, p. 213
  • Desejo do homem nas formas matrizes e nas formas desdobradas, p. 215
  • Desejo matriz na espécie humana e os consectários poligamia e monogamia., p. 219
  • Desigualdade. Hipocrisia humana como sintoma da desigualdade, p. 237
  • Desigualdade e interdisciplinaridade entre os homens., p. 243
  • Desigualdade entre os homens. Sobre a natureza humana e a desigualdade entre os homens., p. 232
  • Desigualdade humana e o binômio homem-poder, p. 239
  • Destrutivismo. Crítica construtivista e a crítica desconstrutivista., p. 351
  • Destrutivismo. Sobre o construtivismo e o desconstrutivismo humano., p. 347
  • Destrutivismo e construtivismo na arte, p. 358
  • Dialética. Degenerescência progressiva pela ótica da sua estrutura dialética, p. 134
  • Dialética. Ideia de renúncia aocorpo como fenômeno dialético, p. 151
  • Dialética. Transcendentalidade na disposição intelectual e a dialética pela interação, p. 110
  • Dialética da diversidade. Individualidade do homem e a dialética da diversidade ao lado da dialética da adversidade, p. 182
  • Dialética dos genes. Ensaio sobre a dialética dos genes., p. 25
  • Dialética funcionalista. Homem e a suaestrutura dialética funcionalista., p. 88
  • Dialética sobre a degenerescência progressiva e a transcendentalidade., p. 79
  • Dimensões. Homem e as suasdimensões e renúncias., p. 344
  • Disposição intelectual. Transcendentalidade do homem pela sua disposição intelectual., p. 102
  • Disposição intelectual. Transcendentalidade na disposição intelectual e a dialética pela interação, p. 110
  • Disposição intelectual. Transcendentalidade pela disposição intelectual e o papel da inteligência., p. 105
  • Disposição moral. Transcendentalidade do homem pela sua disposição moral., p. 95
  • Diversidade. Individualidade do homem e a dialética da diversidade ao lado da dialética da adversidade, p. 182
  • Dualismo. Homem e a sua estrutura dualística., p. 57
  • Dualismo. Homem e a sua estrutura dualística. Síntese conclusiva, p. 76
  • Dualismo. Homem na sua estrutura dual (dualismo)., p. 60
  • Dualismo. Intuição como método da estrutura dualística., p. 66

E

  • Economia. Ética na economia, p. 272
  • Economia e cultura., p. 278
  • Educação. Ética na educação., p. 269
  • Enigma da imprevisibilidade. Combinatória cromossômica e o enigma da imprevisibilidade, p. 51
  • Enigma humano. Consequências do enigma humano e o papel da linguagem., p. 37
  • Enigma humano. Sobre o problema, p. 27
  • Enigma humano e ideologia, p. 31
  • Ensaio sobre a dialética dos genes., p. 25
  • Ensaio sobre a existência humana, p. 57
  • Entidade paralela ao corpo. Noção de vida como entidade paralela ao corpo., p. 155
  • Escola. Papel das escolas oficiais., p. 360
  • Essência. Homem, a sua essência e a sua natureza: um mundo de conflito e de contrariedade., p. 209
  • Essência e individualidade, p. 203
  • Essência-circunstância. Existência do homem e a ideia do paralelismo essência-circunstância, p. 163
  • Essência-circunstância. Lógica da interação essência-circunstância., p. 175
  • Estereótipo sociológico. Construtivismo e desconstrutivismo: estereótipo sociológico, p. 357
  • Estrutura dialética. Degenerescênciaprogressiva pela ótica da sua estrutura dialética, p. 134
  • Ética. Conceito de ética pelas suas condições objetivas., p. 246
  • Ética. Homem como um ser ético., p. 245
  • Ética. Natureza humana e racionalidade ética, p. 292
  • Ética do trabalho., p. 261
  • Ética na economia, p. 272
  • Ética na educação, p. 269
  • Ética na política., p. 255
  • Ética na vida profissional, p. 259
  • Ética no convívio e nasrelações sociais., p. 268
  • Existência do homem e a ideia do paralelismo essência-circunstância, p. 163
  • Existência humana. Combinatória cromossômica., p. 25
  • Existência humana.Ensaio sobre, p. 57

F

  • Faculdades superiores no homem e as predisposições moral, intelectual e física, p. 87
  • Fenômeno dialético. Ideia de renúncia ao corpo como fenômeno dialético., p. 151
  • Fenômeno jurídico., p. 253
  • Filosofia. Compreensão filosófica. Pressupostos iniciais., p. 59
  • Filosofia. Homem de religião, o homem de ciência e o homem de filosofia, p. 340
  • Filosofia. Proposição filosófica na investigação, p. 83
  • Filosofia. Vida e a morte na visão dafilosofia (sob uma visão filosófica)., p. 64
  • Forma desdobrada. Desejo do homem nas formas matrizes e nas formas desdobradas, p. 215
  • Forma matriz. Desejo do homem nas formas matrizes e nas formas desdobradas, p. 215
  • Formas lógicas condicionantes do prestígio à vida, p. 160
  • Funcionalidade. Implicação funcional recíproca da sublimação e da superação, p. 128
  • Fundamentação. Renúncia ao corpo.À guisa de fundamentação e advertência inicial, p. 81

G

  • Gnosiologia. Homem como um ser gnosiológico., p. 295

H

  • Hipocrisia humana como sintoma da desigualdade., p. 237
  • Homem. Combinatória cromossômica, p. 25
  • Homem. Desejo matriz na espécie humana e os consectários poligamia e monogamia, p. 219
  • Homem. Desigualdade e interdisciplinaridade entre os homens, p. 243
  • Homem. Existência do homem e a ideia do paralelismo essência-circunstância, p. 163
  • Homem. Faculdades superiores no homem e as predisposições moral, intelectual e física, p. 87
  • Homem. Individualidade do homem, a vida em sociedade e a vida comunal, p. 186
  • Homem. Individualidade do homem e as formas avaliativas pela própria consciência, p. 196
  • Homem. Transcendentalidade do homem e o caráter-função da sublimação, p. 116
  • Homem. Transcendentalidade do homem e o processo da superação., p. 119
  • Homem. Transcendentalidade do homem pela sua disposição intelectual, p. 102
  • Homem. Transcendentalidade do homem pela sua disposição moral, p. 95
  • Homem, a sua essência e a sua natureza: um mundo de conflito e de contrariedade., p. 209
  • Homem como um ser ético., p. 245
  • Homem como um sergnosiológico., p. 295
  • Homem de religião, o homem de ciência e o homem de filosofia., p. 340
  • Homem e a sua cidadania., p. 188
  • Homem e a sua estrutura dialética funcionalista, p. 88
  • Homem e a sua estrutura dualística, p. 57
  • Homem e a sua estrutura dualística. Síntese conclusiva., p. 76
  • Homem e a sua individualidade, p. 177
  • Homem e a sua religiosidade., p. 325
  • Homem e a sua solidão., p. 192
  • Homem e as suas dimensões e renúncias, p. 344
  • Homem e o seu universo da intuição ou universo de terceiro grau, p. 307
  • Homem e o seu universo da racionalidade ou universo de segundo grau, p. 300
  • Homem e o seu universo da sensibilidade ou universo de primeiro grau., p. 299
  • Homem e os seus princípios. Oschamados valores permanentes, p. 170
  • Homem e os seus talentos, p. 317
  • Homem e os seus universos básicos: o universo da sensibilidade, o universo da racionalidade e o universo da intuição, p. 295
  • Homem e os sistemas matriarcal e patriarcal, p. 229
  • Homem e sua degenerescência progressiva., p. 131
  • Homem e sua transcendentalidade, p. 93
  • Homem na sua estrutura dual (dualismo)., p. 60
  • Homem no mundo e o mundo no homem (sobre as significações, os conceitos e as definições)., p. 313
  • Homem, o seu desejo e o seu crescimento, p. 213
  • Homem-poder. Desigualdade humana e o binômio homem-poder, p. 239
  • Humanidade. Questão da liberdade e a mnemônica da humanidade (coletiva), p. 127
  • Humanidade. Sobre o construtivismo e o desconstrutivismo humano, p. 347
  • Humanidade. Sobre o problema do enigma humano., p. 27

I

  • Ideia de renúncia ao corpocomo fenômeno dialético, p. 151
  • Ideologia e enigma humano., p. 31
  • Ideologia e os condicionantes da lógica do paradoxo e da teoria da interação, p. 34
  • Ideologia e sistema, p. 32
  • Implicação funcional recíproca dasublimação e da superação, p. 128
  • Imprevisibilidade. Combinatória cromossômica e o enigma da imprevisibilidade., p. 51
  • Inconsciência. Juízo de valor, juízo de realidade, degenerescência progressiva e a relação com a mente consciente e a mente inconsciente, p. 146
  • Individualidade. Homem e a sua individualidade., p. 177
  • Individualidade do homem, a vida em sociedade e a vida comunal., p. 186
  • Individualidade do homem e a dialética da diversidade ao lado da dialética da adversidade, p. 182
  • Individualidade do homem e as formas avaliativas pela própria consciência., p. 196
  • Individualidade e essência., p. 203
  • Individualidade e inteligência., p. 198
  • Individualidade e liberdade, p. 206
  • Inteligência. Transcendentalidade pela disposição intelectual e o papel da inteligência, p. 105
  • Inteligência e individualidade., p. 198
  • Interação essência-circunstância. Lógica., p. 175
  • Interação. Transcendentalidade na disposição intelectual e a dialética pela interação, p. 110
  • Interdisciplinaridade. Desigualdade e interdisciplinaridade entre os homens, p. 243
  • Introdução, p. 13
  • Intuição. Homem e o seu universo da intuição ou universo de terceiro grau., p. 307
  • Intuição como método da estrutura dualística, p. 66
  • Intuição. Homem e os seus universos básicos: o universo da sensibilidade, o universo da racionalidade e o universo da intuição., p. 295
  • Investigação. Proposição ilosófica na investigação, p. 83

J

  • Juízo de valor, juízo de realidade, degenerescência progressiva e a relação com a mente consciente e a mente inconsciente., p. 146
  • Juízo de valor, juízo de realidade e degenerescência progressiva, p. 143

L

  • Liberdade. Questão da liberdade e a mnemônica da humanidade (coletiva)., p. 127
  • Liberdade e individualidade, p. 206
  • Liberdade humana. Questão da superação e da liberdade humana., p. 123
  • Linguagem. Consequências do enigma humano e o papel da linguagem., p. 37
  • Linguagem humana e cultura, p. 40
  • Lógica da interação essência-circunstância., p. 175
  • Lógica do paradoxo. Ideologia e os condicionantes da lógica do paradoxo e da teoria da interação., p. 34

M

  • Mente. Juízo de valor, juízo de realidade, degenerescência progressiva e a relação com a mente consciente e a mente inconsciente, p. 146
  • Método. Intuição como método da estrutura dualística., p. 66
  • Mnemônica da humanidade. Questão da liberdade e a mnemônica da humanidade (coletiva), p. 127
  • Monogamia. Desejo matriz na espécie humana e os consectários poligamia e monogamia, p. 219
  • Monoteísmo. Religiosidadena forma monoteísta, p. 335
  • Moralidade. Transcendentalidade do homem pela sua disposição moral., p. 95
  • Morte. Vida e a morte na visão da ciência., p. 63
  • Morte. Vida e a morte na visão da ilosofia (sob uma visão filosófica), p. 64
  • Mundo. Homem no mundo e o mundo no homem (sobre as significações, os conceitos e as definições)., p. 313

N

  • Natureza. Homem, a sua essência e a sua natureza: um mundo de conflito e de contrariedade., p. 209
  • Natureza humana. Propriedade privada e a natureza humana, p. 286
  • Natureza humana e a desigualdade entre os homens., p. 232
  • Natureza humana e racionalidade ética, p. 292
  • Noção de vida como entidade paralela ao corpo, p. 155
  • Normas e valores, p. 250

P

  • Papel das escolas oficiais., p. 360
  • Paradoxo. Ideologia e os condicionantes da lógica do paradoxo e da teoria da interação, p. 34
  • Paralelismo essência-circunstância. Existência do homem e a ideia do paralelismo essência-circunstância., p. 163
  • Plano da essência humana (função superior) e o plano da natureza humana (função inferior), p. 209
  • Plenitude e razão, p. 293
  • Poligamia. Desejo matriz na espécie humana e os consectários poligamia e monogamia, p. 219
  • Politeísmo. Religiosidadena forma politeísta, p. 332
  • Política. Sobre a ética na política, p. 255
  • Predisposição física. Faculdades superiores no homem e as predisposições moral, intelectual e física., p. 87
  • Predisposição intelectual. Faculdades superiores no homem e as predisposições moral, intelectual e física., p. 87
  • Predisposição moral. Faculdades superiores no homem e as predisposições moral, intelectual e física., p. 87
  • Predisposições como faculdades naturais do homem., p. 87
  • Pressupostos iniciais da compreensão filosófica, p. 59
  • Princípios. Homem e os seus princípios . Os chamados valores permanentes., p. 170
  • Profissão. Ética na vida profissional, p. 259
  • Proposição filosóficana investigação, p. 83
  • Propriedade privada e a natureza humana, p. 286

Q

  • Questão da degenerescência progressiva., p. 131
  • Questão da liberdade e a mnemônicada humanidade (coletiva)., p. 127
  • Questão da superação e da liberdade humana, p. 123
  • Questão da transcendentalidade, p. 93

R

  • Racionalidade. Homem e o seu universo da racionalidade ou universo de segundo grau, p. 300
  • Racionalidade. Homem e os seus universos básicos: o universo da sensibilidade, o universo da racionalidade e o universo da intuição, p. 295
  • Racionalidade ética. Natureza humana e racionalidade ética, p. 292
  • Razão e plenitude, p. 293
  • Realidade. Juízo de valor, juízo de realidade, degenerescência progressiva e a relação com a mente consciente e a mente inconsciente., p. 146
  • Realidade. Juízo de valor, juízo de realidade e degenerescência progressiva., p. 143
  • Relação social. Ética no convívio e nas relações sociais., p. 268
  • Religião. Homem de religião, o homem de ciência e o homem de filosofia., p. 340
  • Religiosidade. Homem e a sua religiosidade., p. 325
  • Religiosidade na forma monoteísta, p. 335
  • Religiosidade na forma politeísta, p. 332
  • Renúncia ao corpo, p. 79
  • Renúncia ao corpo, p. 151
  • Renúncia ao corpo. Ideia de renúnciaao corpo como fenômeno dialético., p. 151
  • Renúncia ao corpo. À guisa de fundamentação e advertência inicial., p. 81
  • Renúncias. Homem e as suasdimensões e renúncias., p. 344

S

  • Sensibilidade. Homem e o seu universo da sensibilidade ou universo de primeiro grau, p. 299
  • Sensibilidade. Homem e os seus universos básicos: o universo da sensibilidade, o universo da racionalidade e o universo da intuição, p. 295
  • Ser ético. Homem como um ser ético., p. 245
  • Ser gnosiológico. Homem como um ser gnosiológico, p. 295
  • Significação. Homem no mundo e o mundo no homem (sobre as significações, os conceitos e as definições)., p. 313
  • Sistema e ideologia., p. 32
  • Sistema matriarcal. Homem e os sistemas matriarcal e patriarcal., p. 229
  • Sistema patriarcal. Homem e os sistemas matriarcal e patriarcal., p. 229
  • Sobre a ética do trabalho, p. 261
  • Sobre a éticana política., p. 255
  • Sobre a natureza humana e a desigualdade entre os homens., p. 232
  • Sobre o construtivismo e o desconstrutivismo humano., p. 347
  • Sobre o problema do enigma humano, p. 27
  • Solidão. Homem e asua solidão., p. 192
  • Sublimação. Implicação funcional recíproca da sublimação e da superação., p. 128
  • Superação. Implicação funcional recíproca da sublimação e da superação., p. 128
  • Superação. Questão da superação e da liberdade humana., p. 123
  • Superação. Transcendentalidade do homem e o processo da superação, p. 119

T

  • Talento. Homem e os seus talentos, p. 317
  • Teleologia humanista. Uma questão de teleologia humanista., p. 81
  • Teoria da interação. Ideologia e os condicionantes da lógica do paradoxo e da teoria da interação., p. 34
  • Trabalho. Sobre a ética do trabalho., p. 261
  • Transcendentalidade. Dialética sobre a degenerescência progressiva e a transcendentalidade, p. 79
  • Transcendentalidade. Homem e sua transcendentalidade, p. 93
  • Transcendentalidade do homem e ocaráter-função da sublimação., p. 116
  • Transcendentalidade do homem e o processo da superação., p. 119
  • Transcendentalidade do homem pelasua disposição intelectual., p. 102
  • Transcendentalidade do homem pela sua disposição moral, p. 95
  • Transcendentalidade na disposição intelectual e a dialética pela interação., p. 110
  • Transcendentalidade pela disposição intelectual e o papel da inteligência, p. 105

U

  • Uma questão de teleologia humanista, p. 81
  • Universo da intuição. Homem e o seu universo da intuição ou universo de terceiro grau, p. 307
  • Universo da racionalidade. Homem e o seu universo da racionalidade ou universo de segundo grau., p. 300
  • Universo da sensibilidade. Homem e o seu universo da sensibilidade ou universo de primeiro grau., p. 299
  • Universo de primeiro grau. Homem e o seu universo da sensibilidade ou universo de primeiro grau., p. 299
  • Universo de segundo grau. Homem e o seu universo da racionalidade ou universo de segundo grau., p. 300
  • Universo de terceiro grau. Homem e o seu universo da intuição ou universo de terceiro grau, p. 307
  • Universos básicos. Homem e os seus universos básicos: o universo da sensibilidade, o universo da racionalidade e o universo da intuição., p. 295

V

  • Valor. Juízo de valor, juízo de realidade, degenerescência progressiva e a relação com a mente consciente e a mente inconsciente, p. 146
  • Valor. Juízo de valor, juízo de realidade e degenerescência progressiva, p. 143
  • Valor. Normas e valores., p. 250
  • Valores permanentes. Homem e os seus princípios. Os chamados valores permanentes., p. 170
  • Vida. Formas lógicas condicionantes do prestígio à vida., p. 160
  • Vida. Noção de vida como entidade paralela ao corpo., p. 155
  • Vida comunal. Individualidade do homem, a vida em sociedade e a vida comunal, p. 186
  • Vida e a morte na visão da ciência, p. 63
  • Vida e a morte na visão da filosofia (sob uma visão filosófica)., p. 64
  • Vida em sociedade. Individualidade do homem, a vida em sociedade e a vida comunal, p. 186
  • Vida profissional. Ética na vida profissional., p. 259
  • Visão filosófica. Vida e a morte na visão da filosofia (sob uma visão filosófica)., p. 64

Recomendações

Capa do livro: Soberania & Processo de Integração, Luciana de Medeiros Fernandes

Soberania & Processo de Integração

2ª Edição - Revista e AtualizadaLuciana de Medeiros FernandesISBN: 978853621685-0Páginas: 336Publicado em: 17/08/2007

Versão impressa

R$ 99,90em 3x de R$ 33,30Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Direito Sob a Verdade do Ser, O, Alessandro Jacomini

Direito Sob a Verdade do Ser, O

 Alessandro JacominiISBN: 978853621949-3Páginas: 316Publicado em: 16/05/2008

Versão impressa

R$ 99,90em 3x de R$ 33,30Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 69,90* porR$ 59,42em 2x de R$ 29,71Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Direitos Humanos em Concreto, Coordenador: Paulo Sérgio Weyl A. Costa

Direitos Humanos em Concreto

 Coordenador: Paulo Sérgio Weyl A. CostaISBN: 978853621822-9Páginas: 288Publicado em: 07/12/2007

Versão impressa

R$ 87,70em 3x de R$ 29,23Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 60,90* porR$ 51,77em 2x de R$ 25,88Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Manual Sintético da Bioética, Marculino Camargo

Manual Sintético da Bioética

 Marculino CamargoISBN: 978853624375-7Páginas: 130Publicado em: 30/09/2013

Versão impressa

R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 49,90* porR$ 42,42 Adicionar eBook
ao carrinho