China e Rússia no Pós-Guerra Fria - Inserção Internacional e Transição Sistêmica - Coleção Relações Internacionais

Diego Pautasso

Versão impressa

de R$ 59,90*
por R$ 50,92em 2x de R$ 25,46Adicionar ao carrinho

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Diego Pautasso

ISBN: 978853623516-5

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 264grs.

Número de páginas: 194

Publicado em: 14/10/2011

Área(s): Direito - Internacional

Sinopse

O objetivo da presente obra é analisar a Política Externa Chinesa para a Rússia no Pós-Guerra Fria (1989-2009). O argumento proposto é o de que as relações sino-russas têm sido cruciais para a reorganização de forças da Ásia e do próprio sistema internacional. Nesse sentido, o trabalho se propõe a investigar os mecanismos cooperativos das relações bilaterais, seus conflitos e assimetrias, passando por transferências tecnológicas, investimentos no setor de energia e de infraestrutura, disputas e acordos sobre fronteiras – o que abarca a análise da agenda diplomática, da inserção internacional, dos processos de integração regionais e de comércio entre ambos os países. Esta abordagem integrada contribui para elucidar não somente as relações entre China e Rússia, mas também os elementos subjacentes à transição sistêmica em curso, tais como o papel dos países emergentes (China, Brasil e Índia), o fortalecimento das relações Sul-Sul, o processo de multipolarização e o enfraquecimento das estruturas hegemônicas de poder formadas no Pós-Segunda Guerra Mundial.

 

Autor(es)

Diego Pautasso é Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS; graduado em Geografia pela mesma Universidade. Atualmente é Professor de Relações Internacionais da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e de Geografia do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA). Está vinculado como pesquisador do Núcleo de Estratégia e Relações Internacionais (NERINT/UFRGS).

Porque comprar

COLEÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS

A expansão do ensino de relações internacionais, nos níveis de graduação e pós-graduação, tem sido exponencial nos últimos anos. A Coleção Relações Internacionais, lançamento da Juruá Editora, tem o propósito de prover estudantes, professores e profissionais da área com o conhecimento que resulta da expansão das pesquisas nas Universidades brasileiras. O apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq, por meio do projeto integrado de pesquisa “Parcerias Estratégicas do Brasil: a construção do conceito e as experiências em curso”, financiado com recursos do Edital Renato Archer de fomento do estudo das relações internacionais e sediado na Universidade de Brasília, encontra-se na origem dessa iniciativa. A Coleção Relações Internacionais reúne estudos originais resultantes de dissertações e teses selecionadas, em razão de sua originalidade e relevância, nas Universidades que mantêm programas de pós-graduação, bem como obras coletivas ou individuais especialmente focadas nas parcerias operadas pelo Brasil junto a países europeus e emergentes, objetos a que se volta o Renato Archer da UnB. Em razão do elevado número de lançamentos que a Coleção programou, pretende ser ela instrumento indispensável a todos os que manuseiam o conhecimento atualizado das relações internacionais, seja com o propósito acadêmico, seja com o fim de tomar decisões nas esferas política e social, pública e privada, que engendram o modelo brasileiro de inserção internacional e sua dinâmica operacional. O espírito que norteia as publicações da Coleção coincide com o espírito de isenção, objetividade, clareza e funcionalidade que preside os estudos nas Universidades. Desse modo, põe-se o conhecimento a serviço dos atores que dele fazem uso para equipar-se de expertise com que possam alcançar interesses externos da nação ou de seus segmentos sociais, bem como reagir e equilibrar-se diante de interesses que outros países buscam realizar no Brasil.

Coordenadores da Coleção
Amado Luiz Cervo
Antônio Carlos Lessa

Sumário

TABELAS, GRÁFICOS E MAPAS, p. 17

ABREVIATURAS, p. 19

INTRODUÇÃO, p. 21

Capítulo 1 - A POLÍTICA EXTERNA CHINESA (PECH) E AS RELAÇÕES COM A RÚSSIA, p. 25

1.1 Reordenamento de poder, política externa e capacidade econômica, p. 26

1.2 Periodização e histórico da Política Externa Chinesa para a Rússia, p. 45

Capítulo 2 - A PECH PARA A RÚSSIA: DESENVOLVIMENTO E COMÉRCIO EXTERIOR, p. 71

2.1 Reformas e desenvolvimento, p. 72

2.2 A PECh e o comércio exterior, p. 90

Capítulo 3 - CHINA E RÚSSIA: DIPLOMACIA E SEGURANÇA, p. 101

3.1 Segurança energética e integração infraestrutural, p. 102

3.2 Diplomacia, segurança e inserção internacional, p. 118

Capítulo 4 - O PAPEL DA RÚSSIA NA INSERÇÃO INTERNACIONAL DA CHINA, p. 141

4.1 A PECh, a Rússia e a integração regional, p. 142

4.2 China, Rússia e a transição sistêmica, p. 158

CONSIDERAÇÕES FINAIS, p. 175

REFERÊNCIAS, p. 179

Índice alfabético

A

  • Abreviaturas, p. 19
  • Agenda diplomática e inserção internacional.136 Ásia Central. Desenvolvimento da Ásia Central e os interesses sino-russos, p. 145
  • Assimetrias econômicas, p. 87

B

  • Breve histórico da PECh para a Rússia, p. 45

A

  • apacidade econômica. Reordenamento de poder, política externa e capacidade econômica, p. 26

C

  • China e as novas configuracoes de poder, p. 164
  • China e Rússia: diplomacia e segurança, p. 101
  • China, EUA e a nova ordem, p. 158
  • China, Rússia e a questão energética, p. 109
  • China, Rússia e a transição sistêmica, p. 158
  • China. Desafios da seguranca energetica chinesa, p. 102
  • China. Desenvolvimento da Ásia Central e os interesses sino-russos, p. 145
  • China. PECh e a reaproximação entre China e Rússia, p. 59
  • China. Reconciliação sino-russa (1985-1993), p. 60
  • China. Reforma e Abertura na China, p. 73
  • China. Reformas sino-russas: trajetórias divergentes, p. 82
  • China. Relações sino-russas e a formação da OCS, p. 152
  • Ciclo hegemônico. Reordenamento de poder e ciclos hegemônicos, p. 26
  • Comércio bilateral. Dinâmica do comércio bilateral, p. 96
  • Comércio exterior e PECh, p. 90
  • Consideracoes finais, p. 175
  • Construtivismo.Parceriaconstrutiva(1993-1996), p. 64
  • Cooperação militar e segurança regional, p. 118

D

  • Demografia. Seguranca, as fronteiras e a questao demografica, p. 124
  • Desafios da seguranca energetica chinesa, p. 102
  • Desenvolvimento da Ásia Central e os interesses sino-russos, p. 145
  • Desenvolvimento e política externa, p. 33
  • Desenvolvimento e reformas, p. 72
  • Dinâmica do comércio bilateral, p. 91
  • Diplomacia e integração regional, p. 142
  • Diplomacia. Agenda diplomática e inserção internacional, p. 136
  • Diplomacia. China e Rússia: diplomacia e segurança, p. 101

E

  • Economia. Assimetrias econômicas, p. 87
  • EUA. China,EUA e a nova ordem, p. 158

F

  • Fronteiras. Seguranca, as fronteiras e a questao demografica, p. 124

H

  • Histórico. Periodização e histórico da Política Externa Chinesa para a Rússia, p. 45

I

  • Início da parceria estratégica (1996-2001), p. 65
  • Inserção internacional. Agenda diplomática e inserção internacional, p. 136
  • Institucionalização da integração regional (2001-.), p. 68
  • Integração regional e diplomacia, p. 142
  • Integração regional. Institucionalização da integração regional (2001-.), p. 68
  • Interesses sino-russos. Desenvolvimento da Ásia Central e os interesses sino-russos, p. 145
  • Introdução, p. 21

N

  • Nova ordem. China, EUA e a nova ordem, p. 158

O

  • OCS. Relações sino-russas e a formação da OCS, p. 152

P

  • Parceria construtiva (1993-1996), p. 64
  • Parceria. Início da parceria estratégica (1996-2001), p. 65
  • PECh para a Rússia: desenvolvimento e comércio exterior, p. 71
  • PECh. Breve histórico da PECh para a Rússia, p. 45
  • PECh. Política externa chinesa (PECh) e as relações com a Rússia, p. 25
  • PECh e a reaproximação entre China e Rússia, p. 59

E

  • PECh e o comércio exterior, p. 90
  • PECh. Por que a Rússia é central à PECh?, p. 171

P

  • Periodização e histórico da Política Externa Chinesa para a Rússia, p. 45
  • Poder. China e as novas configuracoes de poder, p. 164
  • Poder. Reordenamento de poder e ciclos hegemônicos, p. 26
  • Poder. Reordenamento de poder, política externa e capacidade econômica, p. 26
  • Política Externa Chinesa. Periodização e histórico da Política Externa Chinesa para a Rússia, p. 45
  • Política Externa Chinesa (PECh) e as relações com a Rússia, p. 25
  • Política externa e desenvolvimento, p. 33
  • Política externa. Reordenamento de poder, política externa e capacidadeeconômica, p. 26
  • Por que a Rússia é central à PECh?, p. 171

R

  • Reconciliação sino-russa (1985-1993), p. 60
  • Referências, p. 179
  • Reforma e Abertura na China, p. 73
  • Reformas e colapso da URSS, p. 77
  • Reformas e desenvolvimento, p. 72
  • Reformas sino-russas: trajetórias divergentes, p. 82
  • Relações sino-russas e a formação da OCS, p. 152
  • Reordenamento de poder e ciclos hegemônicos, p. 26
  • Reordenamento de poder, política externa e capacidade econômica, p. 26
  • Rússia. Breve histórico da PECh para a Rússia, p. 45
  • Rússia. China, Rússia e a questão energética, p. 109
  • Rússia. Desenvolvimento da Ásia Central e os interesses sino-russos, p. 145
  • Rússia. PECh para a Rússia: desenvolvimento e comércio exterior, p. 71
  • Rússia. PECh e a reaproximação entre China e Rússia, p. 59
  • Rússia. Política Externa Chinesa (PECh) e as relações com a Rússia., p. 25
  • Rússia. Por que a Rússia é central à PECh?, p. 171
  • Ríussia. Reconciliação sino-russa (1985-1993), p. 60
  • Rússia. Reformas sino-russas: trajetórias divergentes, p. 82
  • Rússia. Relações sino-russas e a formação da OCS, p. 152

S

  • Segurança energética. China, Rússia e a questão energética, p. 109
  • Seguranca energetica. Desafios da seguranca energetica chinesa, p. 102
  • Segurança regional e cooperação militar, p. 118
  • Seguranca, as fronteiras e a questao demografica, p. 124
  • Segurança. China e Rússia: diplomacia e segurança, p. 101
  • Sistema regional e socialismo chinês, p. 166
  • Socialismo chinês. Sistema regional e socialismo chinês, p. 166

T

  • Transição sistêmica. China, Rússia e a transição sistêmica, p. 158

U

  • URSS. Reformas e colapso da URSS, p. 77

Recomendações

Capa do livro: Direito Urbanístico Comparado, Carlos Magno Miqueri da Costa

Direito Urbanístico Comparado

 Carlos Magno Miqueri da CostaISBN: 978853622474-9Páginas: 338Publicado em: 30/03/2009

Versão impressa

de R$ 99,90* porR$ 84,92em 3x de R$ 28,31Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Relações Brasil-Argentina, Carlos Eduardo Vidigal

Relações Brasil-Argentina

 Carlos Eduardo VidigalISBN: 978853622394-0Páginas: 286Publicado em: 21/07/2009

Versão impressa

de R$ 87,70* porR$ 74,55em 2x de R$ 37,27Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Direito Internacional do Investimento Estrangeiro, José Augusto Fontoura Costa

Direito Internacional do Investimento Estrangeiro

 José Augusto Fontoura CostaISBN: 978853622764-1Páginas: 290Publicado em: 13/01/2010

Versão impressa

de R$ 87,70* porR$ 74,55em 2x de R$ 37,27Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Estudos de Direito Internacional - Vol. III, Coordenador: Wagner Menezes

Estudos de Direito Internacional - Vol. III

 Coordenador: Wagner MenezesISBN: 853621063-XPáginas: 596Publicado em: 24/08/2005

Versão impressa

de R$ 179,90* porR$ 152,92em 6x de R$ 25,49Adicionar ao
carrinho