Consentimento ao Imposto & Eficiência Tributária

Luciano Gomes Filippo

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Luciano Gomes Filippo

ISBN: 978853623746-6

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 297grs.

Número de páginas: 168

Publicado em: 08/05/2012

Área(s): Direito - Constitucional; Direito - Tributário

Sinopse

"Seu livro trata de temas de inspiração profundamente democrática, o consentimento ao tributo - tão maltratado no país das leis votadas por lideranças, das medidas provisórias incontroláveis, das emendas parlamentares sub-reptícias e dos regulamentos ilegais, para não falar no déficit de representatividade ocasionado pelo próprio sistema eleitoral - e a eficiência tributária, que impõe a economicidade da arrecadação e pressupõe a participação ativa do contribuinte na construção da norma individual tributária, com superação da desconfiança atávica e recíproca que preside a sua relação com o Fisco.
Vigorosa, refletida, inovadora, calcada na melhor doutrina do Brasil, da França e d'alhures, a obra aporta valiosa contribuição para a cena tributária pátria, não só por seus méritos intrínsecos, mas também pelo debate que decerto causará".

Trechos do Prefácio da Profa. Misabel Abreu Machado Derzi


"De facto, o imposto goza uma velhice despótica nos nossos dias. O consentimento entre outros, é uma pálida imagem de um princípio que deveria ser naturalmente vigoroso, pois não só os indivíduos estão antes e acima do Estado e dos impostos, como o direito de não pagar impostos antecede o dever de os suportar. A eficiência, pese embora os distintos assertivos pontos de vista da doutrina, que o autor bem refere, não deixa de ser um corolário lógico do consentimento, uma decorrência lógica directa da aceitação pelo contribuinte do encargo tributário. Daí, vai bem quando afirma que não basta lançar um imposto que se destine a um fim socialmente muito relevante. Nem utilizar os meios financeiros de acordo com certa racionalidade. Não basta atingir certo fim: é preciso que o ente público que faz dele uso, atinja não um fim público possível, mas o fim público que, em face das circunstâncias concretas de cada caso, se revele como o fim social que mais profícuo, mais benéfico, mais salutar e susceptível de produzir o os maiores índices de bem-estar colectivo".

Trechos da Apresentação do Prof. João Ricardo Catarino

Autor(es)

Luciano Gomes Filippo é Mestre e Doutorando em Direito Tributário pela Universidade Panthéon-Assas (Paris 2); Especialista em Direito Tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários (IBET). Pesquisador do Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) do Instituto Superior de Ciências Sociais Políticas (ISCSP), da Universidade Técnica de Lisboa (UTL) e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal. Advogado no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Sumário

INTRODUÇÃO, p. 29

Capítulo I - APROXIMAÇÃO TEÓRICA DA EFICIÊNCIA, p. 39

Seção 1 - O CONCEITO DE EFICIÊNCIA, p. 39

§ 1º - A Gênese da Noção de Eficiência no Direito Administrativo, p. 41

A - Doutrina, p. 41

B - Jurisprudência, p. 45

§ 2º - A Retomada da Noção de Eficiência pelo Direito Tributário, p. 52

A - Doutrina, p. 52

B - Jurisprudência, p. 75

Seção 2 - A NATUREZA JURÍDICA DA EFICIÊNCIA NO DIREITO BRASILEIRO, p. 79

§ 1º - Exposição da "Teoria dos Princípios", p. 80

A - Normas de Primeiro Grau: As "Regras" e os "Princípios Jurídicos", p. 80

B - Normas de Segundo Grau: Os "Postulados", p. 82

§ 2º - A Identificação da Natureza Jurídica da Eficiência, p. 84

A - Os Diferentes Pontos de Vista da Doutrina, p. 84

B - Conclusão: A Eficiência é um "Princípio", p. 86

Capítulo II - APROXIMAÇÃO PRÁTICA DA EFICIÊNCIA: O CONSENTIMENTO AO IMPOSTO, p. 99

Seção 1 - O PAPEL DO "PRÉ-CONSENTIMENTO" AO IMPOSTO NA REALIZAÇÃO DA EFIC IÊNCIA TRIBUTÁRIA, p. 101

§ 1º - O Princípio da Legalidade Tributária, p. 101

A - Fundamento Jurídico, p. 102

B - A Exceção ao Princípio da Legalidade Tributária: As Medidas Provisórias, p. 104

§ 2º - O referendo fiscal, p. 109

A - Fundamento Jurídico, p. 110

B - Os Limites Práticos do Referendo Tributário, p. 114

Seção 2 - O PAPEL DO PÓS-CONSENTIMENTO OU ADESÃO AO IMPOSTO NA REALIZAÇÃO DA EFICIÊNCIA TRIBUTÁRIA, p. 122

§ 1º - Breve Análise da Experiência Francesa, p. 122

A - Estudo das Principais Correntes Doutrinárias, p. 122

B - Estudo de Alguns Exemplos Concretos Adotados pela França, p. 129

§ 2º - Breve Análise da Realidade Brasileira, p. 133

A - A Imoralidade e Ineficiência de Algumas Ações da Administração Tributária Brasileira, p. 135

B - Alguns dos Problemas Estruturais mais Agudos que Afetam o Consentimento ao Imposto, p. 139

CONCLUSÃO, p. 153

REFERÊNCIAS, p. 157

Índice alfabético

A

  • Administração tributária. Imoralidadee ineficiência de algumas ações da administração tributária brasileira, p. 135
  • Alguns dos problemas estruturais mais agudos que afetam o consentimento ao imposto, p. 139
  • Aproximação prática da eficiência: o consentimento ao imposto, p. 99
  • Aproximação teóricada eficiência, p. 39

C

  • Conceito deeficiência, p. 39
  • Conclusão, p. 153
  • Conclusão: a eficiência é um "princípio", p. 86
  • Consentimento ao imposto. Aproximação prática da eficiência: o consentimento ao imposto, p. 99
  • Consentimento. Alguns dos problemas estruturais mais agudos que afetam o consentimento ao imposto, p. 139
  • Consentimento. Papel do "pré-consentimento" ao imposto na realização da eficiência tributária, p. 101
  • Consentimento. Papel do pós-consentimento ou adesão ao imposto na realização da eficiência tributária, p. 122

D

  • Direito Administrativo. Gênese da noção de eficiência no Direito Administrativo, p. 41
  • Direito brasileiro. Natureza jurídica da eficiência no Direito brasileiro, p. 79
  • Direito Tributário. Retomada da noção de eficiência pelo Direito Tributário, p. 52

E

  • Eficiência tributária. Papel do "pré-consentimento" ao imposto na realização da eficiência tributária, p. 101
  • Eficiência tributária. Papel do pós-consentimento ou adesão ao imposto na realização da eficiência tributária, p. 122
  • Eficiência tributária. Papel do pós-consentimento ou adesão ao imposto na realização da eficiência tributária. Breve análise da experiência francesa, p. 122
  • Eficiência tributária. Papel do pós-consentimento ou adesão ao imposto. Breve análise da realidade brasileira, p. 133
  • Eficiência tributária. Papel do pós-consentimento ou adesão ao imposto. Experiência francesa. Estudo das principais correntes doutrinárias, p. 122
  • Eficiência tributária. Papel do pós-consentimento ou adesão ao imposto. Experiência francesa. Estudo de alguns exemplos concretos adotados pela França, p. 129
  • Eficiência. Aproximação prática da eficiência: o consentimento ao imposto, p. 99
  • Eficiência. Aproximaçãoteórica da eficiência, p. 39
  • Eficiência. Conceito de eficiência, p. 39
  • Eficiência. Conclusão: a eficiência é um "princípio", p. 86
  • Eficiência. Direito Administrativo. Doutrina, p. 41
  • Eficiência. Direito Administrativo. Jurisprudência, p. 45
  • Eficiência. Direito Tributário. Doutrina, p. 52
  • Eficiência. Direito Tributário. Jurisprudência, p. 75
  • Eficiência. Gênese da noção de eficiência no Direito Administrativo, p. 41
  • Eficiência. Identificação da natureza jurídica da eficiência, p. 84
  • Eficiência. Natureza jurídica da eficiência no Direito brasileiro, p. 79
  • Eficiência. Natureza jurídica. Diferentes pontos de vista da doutrina, p. 84
  • Eficiência. Retomada da noção de eficiência pelo Direito Tributário, p. 52
  • Exceção ao princípio da legalidade tributária: as medidas provisórias, p. 104
  • Exposição da "teoria dos princípios", p. 80

G

  • Gênese da noção de eficiência no Direito Administrativo, p. 41

I

  • Identificação da natureza jurídica da eficiência, p. 84
  • Imoralidade e ineficiência de algumas ações da administração tributária brasileira, p. 135
  • Imposto. Alguns dos problemas estruturais mais agudos que afetam o consentimento ao imposto, p. 139
  • Imposto. Aproximação prática da eficiência: o consentimento ao imposto, p. 99
  • Imposto. Papel do pós-consentimento ou adesão ao imposto na realização da eficiência tributária, p. 122
  • Ineficiência e imoralidade de algumas ações da administração tributária brasileira, p. 135
  • Introdução, p. 29

L

  • Legalidade tributária. Exceção ao princípio da legalidade tributária: as medidas provisórias, p. 104
  • Legalidade tributária. Princípio da legalidade tributária, p. 101
  • Legalidade tributária. Princípio. Fundamento jurídico, p. 102
  • Limites práticos do referendo tributário, p. 114

M

  • Medida Provisória. Exceção ao princípio da legalidade tributária: as medidas provisórias, p. 104

N

  • Natureza jurídica da eficiência no Direito brasileiro, p. 79
  • Natureza jurídica. Gênese da noção de eficiência no Direito Administrativo, p. 41
  • Natureza jurídica. Identificação da natureza jurídica da eficiência, p. 84
  • Normas de primeiro grau: as "regras" e os "princípios jurídicos", p. 80
  • Normas de segundo grau: os "postulados", p. 82

P

  • Papel do "pré-consentimento" ao imposto na realização da eficiência tributária, p. 101
  • Pós-consentimento. Papel do pós-consentimento ou adesão ao imposto na realização da eficiência tributária, p. 122
  • Postulados. Normas de segundo grau: os "p ostulados", p. 82
  • Prática da eficiência. Aproximação prática da eficiência: o consentimento ao imposto, p. 99
  • Pré-consentimento. Papel do "pré-consentimento" ao imposto na realização da eficiência tributária, p. 101
  • Princípio da legalidade tributária, p. 101
  • Princípio da legalidade tributária.Exceção ao princípio da legalidade tributária: as medidas provisórias, p. 104
  • Princípio. Conclusão: a eficiência é um "princípio", p. 86
  • Princípios jurídicos. Normas de primeiro grau: as "regras" e os "princípios jurídicos", p. 80
  • Princípios. Exposição da"teoria dos princípios", p. 80

R

  • Referências, p. 157
  • Referendo fiscal, p. 109
  • Referendo fiscal. Fundamento jurídico, p. 110
  • Referendo fiscal. Limites práticos do referendo tributário, p. 114
  • Regras. Normas de primeiro grau: as"regras" e os "princípios jurídicos", p. 80

T

  • Teoria dos princípios. Exposiçãoda "teoria dos princípios", p. 80
  • Teoria. Aproximação teórica da eficiência, p. 39

Recomendações

Capa do livro: Incorporação Imobiliária & Patrimônio de Afetação, Coords: Vicente de Paula Marques Filho e Marcelo de Lima Castro Diniz

Incorporação Imobiliária & Patrimônio de Afetação

 Coords: Vicente de Paula Marques Filho e Marcelo de Lima Castro DinizISBN: 853621045-1Páginas: 166Publicado em: 19/08/2005

Versão impressa

R$ 49,90 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Vitimologia e Direitos Humanos, Vanessa De Biassio Mazzutti

Vitimologia e Direitos Humanos

 Vanessa De Biassio MazzuttiISBN: 978853624003-9Páginas: 144Publicado em: 20/11/2012

Versão impressa

R$ 44,70 Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Constituição e Jurisdição, Acelino Rodrigues Carvalho

Constituição e Jurisdição

 Acelino Rodrigues CarvalhoISBN: 978853625404-3Páginas: 456Publicado em: 17/09/2015

Versão impressa

R$ 129,90em 5x de R$ 25,98Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Constituição, Cidadania e a Concretização dos Direitos Coletivos, Coordenadores: Juvêncio Borges Silva e Lucas de Souza Lehfeld - Organizadores: Artur Francisco Mori Rodrigues Motta, Cristina Elena Bernardi Iaroszeski, Luiz Eugenio Scarpino Jr. e Ticiani Garbellini Barbosa Lima

Constituição, Cidadania e a Concretização dos Direitos Coletivos

 Coordenadores: Juvêncio Borges Silva e Lucas de Souza Lehfeld - Organizadores: Artur Francisco Mori Rodrigues Motta, Cristina Elena Bernardi Iaroszeski, Luiz Eugenio Scarpino Jr. e Ticiani Garbellini Barbosa LimaISBN: 978853625131-8Páginas: 298Publicado em: 13/05/2015

Versão impressa

R$ 87,70em 3x de R$ 29,23Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 60,90em 2x de R$ 30,45Adicionar e-Book
ao carrinho