Logística - Evolução na Administração - Desempenho e Flexibilidade

2ª Edição - Revista e Ampliada Edelvino Razzolini Filho

Parcele em até 6x sem juros no cartão.
Parcela mínima de R$ 20,00

Versão impressa

Ficha técnica

Autor(es): Edelvino Razzolini Filho

ISBN: 978853624589-8

Edição/Tiragem: 2ª Edição - Revista e Ampliada

Acabamento: Brochura

Número de páginas: 250

Publicado em: 26/03/2014

Área(s): Administração; Literatura e Cultura - Negócios

Sinopse

 

Este livro é o único no Brasil que apresenta um histórico da logística e de sua evolução, focalizando-a em um contexto atual, explicitando as razões pelas quais ela tem sido um dos assuntos dominantes no universo empresarial. Estabelece um conceito para Supply Chain Management, que é tema recorrente na logística, embora nem sempre compreendido adequadamente.

Aborda-se também o nível de serviço ao cliente, a avaliação de desempenho dos sistemas logísticos e a caracterização dos serviços e seu significado para os processos de avaliação de desempenho. A obra também apresenta um tema extremamente atual e relevante para as organizações do século XXI: a flexibilidade dos sistemas logísticos.

O cenário competitivo e os estudos realizados apontam para uma alternativa cada vez mais viável e desejável: a flexibilidade.

Autor(es)

Edelvino Razzolini Filho

Doutor e Mestre em Engenharia de Produção - Logística pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Professor universitário. Administrador.

Sumário

CAPÍTULO 1 - HISTÓRICO E EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA - CONCEITOS ESSENCIAIS

1 AS MUDANÇAS NA ADMINISTRAÇÃO

2 HISTÓRICO E EVOLUÇÃO

2.1 Evolução numa Perspectiva Histórica

2.2 Estágios Evolutivos das Funções Administrativas

3 CONCEITOS

3.1 Conceitos de Logística

3.2 Mas, afinal, o que é Supply Chain Management?

3.3 Objetivos e Mecanismos do SCM

4 CONCLUSÕES

5 PARA ANÁLISE DO CAPÍTULO

CAPÍTULO 2 - CADEIAS DE SUPRIMENTOS ELETRÔNICAS - A PRÁTICA INFORMACIONAL EM AMBIENTES DIGITAIS

1 INTRODUÇÃO

2 A INFORMAÇÃO E SUA GESTÃO

3 O AMBIENTE DA INTERNET E OS NEGÓCIOS ELETRÔNICOS

4 O QUE SÃO CADEIAS DE SUPRIMENTOS DIGITAIS?

5 A GESTÃO DOS FLUXOS NA S CADEIAS DE SUPRIMENTOS ELETRÔNICAS

5.1 Dificuldades a serem superadas pelas Cadeias de Suprimento Eletrônicas

6 SCM E AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO - TICS

7 PARA ANÁLISE DO CAPÍTULO

CAPÍTULO 3 - NÍVEL DE SERVIÇO AO CLIENTE E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

1 INTRODUÇÃO

2 O PAPEL DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS SISTEMAS LOGÍSTICOS

3 CONCEITOS NA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE SISTEMAS LOGÍSTICOS

3.1 Serviço ao Cliente

3.2 Elementos do Serviço ao Cliente

4 SISTEMAS DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO

4.1 O que são Medidas de Desempenho?

5 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

6 FATORES ENVOLVIDOS NO DESEMPENHO LOGÍSTICO

7 DIFERENTES ABORDAGENS SOBRE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

7.1 A Abordagem de Christopher

7.2 A Abordagem de Dornier et al.

7.3 A Abordagem de Bowersox e Closs

7.4 A Abordagem de Möller

7.5 A Abordagem de Moreira

7.6 Conclusões sobre as Diferentes Abordagens

8 AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO LOGÍSTICO - QUESTÕES A CONSIDERAR

8.1 Fundamentos para um Sistema de Avaliação do Desempenho Logístico

9 PARA ANÁLISE DO CAPÍTULO

CAPÍTULO 4 - FLEXIBILIDADE - CONDIÇÃO NECESSÁRIA AOS SISTEMAS LOGÍSTICOS

1 INTRODUÇÃO

2 O QUE É FLEXIBILIDADE - MOTIVOS DE SUA EXIGÊNCIA

3 DIFERENTES ABORDAGENS SOBRE FLEXIBILIDADE

3.1 A Abordagem de Bowersox e Closs

3.2 A Abordagem de Brehmer e Stahre

3.3 A Abordagem de Tixier, Mathe e Colin

3.4 A Abordagem de Christopher

3.5 A Abordagem do CLM

3.6 A Abordagem de Novaes

4 OUTRAS ABORDAGENS DE FLEXIBILIDADE

4.1 Flexibilidade de Sistemas

4.2 Flexibilidade de Estruturas

4.3 Flexibilidade de Processos

4.4 Flexibilidade na Gestão

4.5 Flexibilidade de Recursos Humanos

4.6 Flexibilidade Tecnológica ou Técnica

4.7 Flexibilidade Logística

4.8 Como medir Flexibilidade

5 UMA TIPOLOGIA DA FLEXIBILIDADE

5.1 Flexibilidade Sistêmica

6 ALGUMAS ALTERNATIVAS À FLEXIBILIDADE

7 MODELO DE FLEXIBILIDADE

8 CONCLUSÕES

9 PARA ANÁLISE DO CAPÍTULO

REFERÊNCIAS

APÊNDICE 1 - MODELO PARA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE FORNECEDORES

1 BASES PARA O MODELO PROPOSTO

2 INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO

3 MODELO DE INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO

4 FÓRMULA PARA DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE AVALIAÇÃO

5 QUADRO PARA CLASSIFICAÇÃO DOS FORNECEDORES, DEFINIÇÃO DO NÍVEL DE RELACIONAMENTO E PERIODICIDADE DE AVALIAÇÃO

APÊNDICE 2 - TRADE-OFF DE CUSTOS

1 TROCAS COMPENSATÓRI AS DE CUSTOS NA VISÃO DO CUSTO GLOBAL

1.1 Abordagem Econômica

1.2 Abordagem do Marketing

1.3 Abordagem Estratégica

1.4 Abordagem de Custos

Índice alfabético

A

  • Ambiente da internet e os negócios eletrônicos
  • Ambiente digital. Cadeias de suprimentos eletrônicas. A prática informacional em ambientes digitais
  • Apêndice 1. Quadro para classificação dos fornecedores, definição do nível de relacionamento e periodicidade de avaliação
  • Apêndice 1. Bases parao modelo proposto
  • Apêndice 1. Fórmula para determinação do índice de avaliação
  • Apêndice 1. Instrumento de avaliação
  • Apêndice 1. Modelo de instrumento de avaliação
  • Apêndice 1. Modelo para avaliaçãodo desempenho de fornecedores
  • Apêndice 2. Abordagem de Custos
  • Apêndice 2. Abordagem do Marketing
  • Apêndice 2. Abordagem Econômica
  • Apêndice 2. Abordagem Estratégica
  • Apêndice 2.Trade-off de custos
  • Apêndice 2. Trocas compensatórias decustos na visão do custo global
  • Avaliação dedesempenho
  • Avaliação do desempenho logístico. Questões a considerar

B

  • Bowersox e Closs. Abordagemde Bowersox e Closs
  • Bowersox. Abordagem de Bowersox e Closs
  • Brehmer. Abordagem de Brehmer e Stahre

C

  • Cadeias de Suprimento Eletrônicas. Dificuldades a serem superadas pelas Cadeias de Suprimento Eletrônicas
  • Cadeias de suprimentos eletrônicas. A prática informacional em ambientes digitais
  • Cadeias de suprimentos eletrônicas. A prática informacional em ambientes digitais. Introdução
  • Cadeias de suprimentos eletrônicas. A prática informacional em ambientes digitais. Para análise do capítulo
  • Christopher. Abordagemde Christopher
  • Christopher. Abordagemde Christopher
  • CLM. Abordagem do CLM
  • Cliente. Elementos doserviço ao cliente
  • Cliente. Serviçoao cliente
  • Closs. Abordagem de Bowersox e Closs
  • Colin. Abordagem de Tixier, Mathe e Colin
  • Conceitos essenciais. Históricoe evolução da logística
  • Conceitos na avaliação do desempenho de sistemas logísticos

D

  • Desempenho logístico. Avaliação dodesempenho logístico. Questões a considerar
  • Desempenho logístico. Fatores envolvidos no desempenho logístico
  • Desempenho logístico. Fundamentos para um sistema de avaliação do desempenho logístico
  • Desempenho. Abordagem. Conclusõessobre as diferentes abordagens
  • Desempenho. Avaliação de desempenho
  • Desempenho. Diferentes abordagenssobre avaliação de desempenho
  • Desempenho. Nível de serviço ao c liente e avaliação de desempenho
  • Desempenho. O que são medidas de desempenho?
  • Desempenho. Sistemas demedição de desempenho
  • Diferentes abordagens sobreavaliação de desempenho
  • Dificuldades a serem superadas pelasCadeias de Suprimento Eletrônicas
  • Dornieret al. Abordagem de Dornier et al

E

  • Elementos do serviço ao cliente
  • Estruturas. Flexibilidade de Estruturas
  • Evolução e histórico da logística. Conceitos essenciais

F

  • Fatores envolvidos no desempenho logístico
  • Flexibilidade deEstruturas
  • Flexibilidade deProcessos
  • Flexibilidade de Recursos Humanos
  • Flexibilidade de sistemas
  • Flexibilidade Logística
  • Flexibilidade na Gestão
  • Flexibilidade sistêmica
  • Flexibilidade Tecnológica ou Técnica
  • Flexibilidade. Algumas alternativas à flexibilidade
  • Flexibilidade. Como medir Flexibilidade
  • Flexibilidade. Condição necessária aos sistemas logísticos
  • Flexibilidade. Condição necessária aossistemas logísticos. Conclusões
  • Flexibilidade. Condição necessária aossistemas logísticos. Introdução
  • Flexibilidade. Condição necessária aos sistemas logísticos. Para análise do capítulo
  • Flexibilidade. Diferentes abordagens sobre flexibilidade
  • Flexibilidade. Modelode flexibilidade
  • Flexibilidade. O que éflexibilidade. Motivos de sua exigência
  • Flexibilidade. Outras abordagens de flexibilidade
  • Flexibilidade. Uma tipologia da flexibilidade
  • Fundamentos para um sistema de avaliação do desempenho logístico

G

  • Gestão dos fluxos nas cadeiasde suprimentos eletrônicas
  • Gestão. Flexibilidade na Gestão
  • Gestão. Informação e sua gestão

H

  • Histórico e evolução da logística. Conceitos essenciais

I

  • Informação esua gestão
  • Internet. Ambiente da internet e os negócios eletrônicos

L

  • Logística. Conceitos de logística
  • Logística. Conceitos
  • Logística. Estágios evolutivos das funções administrativas
  • Logística. Evolução numaperspectiva histórica
  • Logística. Flexibilidade Logística
  • Logística. Flexibilidade.Condição necessária aos sistemas logísticos
  • Logística. Histórico e evolução dalogística. Conceitos essenciais
  • Logística. Histórico e evolução da logística. Conceitos essenciais. Conclusões
  • Logística. Histórico e evolução dalogística. Conceitos essenciais. Para análise do capítulo
  • Logística. Histórico e evolução
  • Logística. Mudançasna administração

M

  • Möller. Abordagem de Möller
  • Mas, afinal, o que éSupply Chain Management?
  • Mathe. Abordagem de Tixier, Mathe e Colin
  • Modelo para avaliação do desempenho de fornecedores. Apêndice 1
  • Moreira. Abordagemde Moreira

N

  • Negócio eletrônico. Ambiente da internet e os negócios eletrônicos
  • Nível de serviço ao clientee avaliação de desempenho
  • Nível de serviço ao cliente e avaliação de desempenho. Introdução
  • Nível de serviço ao cliente e avaliação de desempenho. Para análise do capítulo
  • Novaes. Abordagem de Novaes

P

  • Papel da avaliação de desempenho dos sistemas logísticos
  • Processos. Flexibilidade de Processos

R

  • Recursos humanos. Flexibilidade de Recursos Humanos
  • Referências

S

  • SCM e as Tecnologias da Informação e da Comunicação - TICS
  • Serviço ao cliente
  • Serviço ao cliente. Elementos do serviço ao cliente
  • Serviço. Nível de serviço ao cliente e avaliação de desempenho
  • Sistema logístico. Conceitos na avaliação do desempenho de sistemas logísticos
  • Sistema logístico. Papel da avaliação de desempenho dos sistemas logísticos
  • Sistemas de medição de desempenho
  • Sistemas. Flexibilidade de sistemas
  • Stahre. Abordagem de Brehmer e Stahre
  • Supply Chain Management. Mas, afinal, o que é Supply Chain Management?
  • Supply Chain Management. Objetivos e mecanismos do SCM
  • Suprimento digital. O que são cadeias de suprimentos digitais?
  • Suprimento eletrônico. Cadeias de suprimentos eletrônicas. A prática informacional em ambientes digitais
  • Suprimento eletrônico. Gestão dos fluxos nas cadeias de suprimentos eletrônicas

T

  • Técnica. Flexibilidade Tecnológica ou Técnica
  • Tecnologia da informação. SCM e as Tecnologias da Informação e da Comunicação - TICS
  • Tecnologia. Flexibilidade Tecnológica ou Técnica
  • Tixier. Abordagem de Tixier, Mathe e Colin
  • Trade-off de custos. Apêndice 2

Recomendações

Capa do livro: Diagnóstico Empresarial & Gestão Comercial, Rodrigo Antonio Chaves da Silva

Diagnóstico Empresarial & Gestão Comercial

 Rodrigo Antonio Chaves da SilvaISBN: 978853625740-2Páginas: 276Publicado em: 28/04/2016

Versão impressa

R$ 89,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Internacionalização de Empresas Brasileiras - Teoria e Experiências, Armando João Dalla Costa

Internacionalização de Empresas Brasileiras - Teoria e Experiências

 Armando João Dalla CostaISBN: 978853623469-4Páginas: 166Publicado em: 12/09/2011

Versão impressa

R$ 44,90Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Projetos Empresariais - Elaboração e Análise de Viabilidade, Edison Küster e Fabiane Christina Küster

Projetos Empresariais - Elaboração e Análise de Viabilidade

 Edison Küster e Fabiane Christina KüsterISBN: 978853624350-4Páginas: 164Publicado em: 09/08/2013

Versão impressa

R$ 49,90Adicionar ao
carrinho