Política Nacional de Resíduos Sólidos - O Direito dos Novos Tempos

Ana Paula Maciel Costa

Versão impressa

de R$ 79,70*
por R$ 71,73em 2x de R$ 35,87Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
de R$ 57,70*
por R$ 51,93em 2x de R$ 25,97Adicionar ao carrinho

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Ana Paula Maciel Costa

ISBN v. impressa: 978853625251-3

ISBN v. digital: 978853625362-6

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 258grs.

Número de páginas: 208

Publicado em: 06/07/2015

Área(s): Direito - Ambiental

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

A Política Nacional de Resíduos Sólidos, desde que foi aprovada em 2010, vem promovendo uma autêntica revolução que tem mobilizado diversos atores sociais e o poder público, em todas as suas esferas, na tarefa de implementar esta política.

Mais do que suprir uma lacuna legislativa e ser o reflexo de um longo processo de discussão, no qual as partes envolvidas ponderaram suas perspectivas para se chegar a um consenso, a PNRS, alvo deste oportuno livro, corporificada em uma série de conceitos inovadores, inaugura um novo patamar na gestão e gerenciamento dos resíduos sólidos que exigirá, inexoravelmente, o engajamento solidário de toda a sociedade.

Versa-se sobre um novo modo de lidar com o que antes era considerado como "lixo", destacando-se o reconhecimento dos catadores de material reciclável como um ator indispensável ao sucesso desta Lei.

Este livro representa, portanto, em seu conjunto, a premência e a relevância de serem suscitadas e discutidas não só as complexidades do mundo moderno, mas, principalmente, as formas viáveis e exequíveis de harmonizá-las sob bases sustentáveis.

Boa leitura!

 

Autor(es)

ANA PAULA MACIEL COSTA

Mestre em Direito Econômico e Socioambiental pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUC-PR. Especialista em Direito Ambiental pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás - PUC-GO. Advogada e consultora do escritório Kalil & Maciel Advogados. Foi consultora de Logística Reversa do Sindicato das Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado do Paraná - SINQFAR/PR. Foi Professora Orientadora do Núcleo de Prática Jurídica no Curso de Direito da PUC-GO. Pesquisadora da CAPES no Projeto de Pesquisa Modelos de Gestão e Governança na Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos - Uma Proposta de Arranjos Institucionais Necessários à Integração Regional. Membro do Grupo de Pesquisa em Direito Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Membro da Comissão de Direito Ambiental da OAB/PR. Associada do Instituto O Direito por um Planeta Verde.

Sumário

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS, p. 17

INTRODUÇÃO, p. 19

1 - LIXO: UM PRODUTO DA MODERNIDADE, p. 27

1.1 Da Sociedade de Produção, p. 28

1.1.1 Da separação homem e natureza, p. 28

1.1.2 Os ‘progressos’ da revolução industrial, p. 33

1.2 Da Sociedade de Consumo, p. 37

1.2.1 Seus estágios, p. 38

1.2.2 Sua perversidade, p. 41

1.2.3 A dialética da globalização, p. 43

1.3 As Externalidades de uma Modernidade em Movimento, p. 46

1.3.1 A constatação da crise socioambiental, p. 46

1.3.2 Os efeitos colaterais, p. 54

1.3.3 A modernidade e suas promessas não cumpridas, p. 61

2 - OS DIREITOS FUNDAMENTAIS NA EDIFICAÇÃO JURÍDICO-CONSTITUCIONAL DO ESTADO SOCIOAMBIENTAL DE DIREITO, p. 65

2.1 Da Fundamentalidade dos Direitos em Suas Dimensões e as Conformações do Estado, p. 67

2.1.1 Direitos de primeira dimensão, p. 71

2.1.2 Direitos de segunda dimensão, p. 72

2.1.3 Direitos de terceira dimensão, p. 74

2.1.3.1 O direito ao ambiente como direito fundamental de terceira dimensão, p. 76

2.2 A Consagração Jurídico-Constitucional de Proteção do Ambiente, p. 81

2.3 Estado Socioambiental de Direito - Reflexões sobre um Novo Modelo, p. 90

2.3.1 Princípios estruturantes, p. 98

2.3.1.1 Princípio da dignidade da pessoa humana, p. 99

2.3.1.2 Princípio da solidariedade, p. 103

2.3.1.3 Princípio da participação popular, p. 108

3 - A POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS COMO MECANISMO DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE, p. 117

3.1 Breve Histórico da Política Nacional de Resíduos Sólidos, p. 121

3.2 Aspectos Conceituais, p. 129

3.2.1 Catador de material reciclável - diferenciação terminológica, p. 132

3.2.2 Outros atores (art. 3º, XVII), p. 134

3.3 Princípios-Chave da Política Nacional de Resíduos Sólidos, p. 134

3.3.1 Visão sistêmica, p. 135

3.3.2 Desenvolvimento sustentável, p. 138

3.3.3 Responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, p. 142

3.3.4 Reconhecimento do resíduo sólido reutilizável e reciclável como um bem econômico e de valor social, gerador de trabalho e renda e promotor de cidadania, p. 148

3.4 Os Catadores de Material Reciclável: Da Invisibilidade ao Reconhecimento, p. 153

3.5 Os Catadores como Novos Atores Sociais na Proteção do Meio Ambiente, p. 164

3.6 A Política Nacional de Resíduos Sólidos no Contexto do Estado Socioambiental de Direito, p. 169

CONCLUSÃO, p. 173

REFERÊNCIAS, p. 181

Índice alfabético

A

  • Abreviatura. Lista de abreviaturas e siglas, p. 17
  • Aspectos conceituais, p. 129

C

  • Catadores como novos atores sociais na proteção do meio ambiente, p. 164
  • Catadores de material reciclável: da invisibilidade ao reconhecimento, p. 153
  • Conclusão, p. 173
  • Consagração jurídico-constitucional de proteção do ambiente, p. 81
  • Constatação da crise socioambiental, p. 46
  • Consumo. Sociedade de consumo, p. 37
  • Crise socioambiental. Constatação da crise socioambiental, p. 46
  • Crise socioambiental. Constatação. A modernidade e suas promessas não cumpridas, p. 61
  • Crise socioambiental. Constatação. Os efeitos colaterais, p. 54

D

  • Direitos fundamentais na edificação jurídico-constitucional do Estado Socioambiental de Direito, p. 65

E

  • Estado Socioambiental de Direito. Direitos fundamentais na edificação jurídico-constitucional do Estado Socioambiental de Direito, p. 65
  • Estado Socioambiental de Direito. Política nacional de resíduos sólidos no contexto do Estado Socioambiental de Direito, p. 169
  • Estado Socioambiental de Direito. Reflexões sobre um novo modelo. Princípio da dignidade da pessoa humana, p. 99
  • Estado Socioambiental de Direito. Reflexões sobre um novo modelo. Princípio da participação popular, p. 108
  • Estado Socioambiental de Direito. Reflexões sobre um novo modelo, p. 90
  • Estado Socioambiental de Direito. Reflexões sobre um novo modelo. Princípio da solidariedade, p. 103
  • Estado Socioambiental de Direito. Reflexões sobre um novo modelo. Princípios estruturantes, p. 98
  • Externalidades de uma modernidade em movimento, p. 46

F

  • Fundamentalidade dos direitos em suas dimensões e as conformações do Estado. Direitos de primeira dimensão, p. 71
  • Fundamentalidade dos direitos em suas dimensões e as conformações do Estado. Direitos de segunda dimensão, p. 72
  • Fundamentalidade dos direitos em suas dimensões e as conformações do Estado. Direitos de terceira dimensão, p. 74
  • Fundamentalidade dos direitos em suas dimensões e as conformações do Estado. O direito ao ambiente como direito fundamental de terceira dimensão, p. 76
  • Fundamentalidade dos direitos em suas dimensões e as conformações do Estado, p. 67

H

  • Homem. Separação homem e natureza, p. 28

I

  • Introdução, p. 19

L

  • Lista de abreviaturas e siglas, p. 17
  • Lixo: um produto da modernidade, p. 27

M

  • Modernidade. Externalidades de uma modernidade em movimento, p. 46
  • Modernidade. Lixo: um produto da modernidade, p. 27

N

  • Natureza. Separação homem e natureza, p. 28

P

  • Política nacional de resíduos sólidos como mecanismo de proteção ao meio ambiente, p. 117
  • Política nacional de resíduos sólidos no contexto do Estado Socioambiental de Direito, p. 169
  • Política nacional de resíduos sólidos. Breve histórico da política nacional de resíduos sólidos, p. 121
  • Política nacional de resíduos sólidos. Catador de material reciclável. Diferenciação terminológica, p. 132
  • Política nacional de resíduos sólidos. Outros atores (art. 3º, XVII), p. 134
  • Política nacional de resíduos sólidos. Princípios-chave, p. 134
  • Política nacional de resíduos sólidos. Princípios-chave. Desenvolvimento sustentável, p. 138
  • Política nacional de resíduos sólidos. Princípios-chave. Reconhecimento do resíduo sólido reutilizável e reciclável como um bem econômico e de valor social, gerador de trabalho e renda e promotor de cidadania, p. 148
  • Política nacional de resíduos sólidos. Princípios-chave. Responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, p. 142
  • Política nacional de resíduos sólidos. Princípios-chave. Visão sistêmica, p. 135
  • Princípios-chave da política nacional de resíduos sólidos, p. 134
  • Progressos da revolução industrial, p. 33
  • Proteção ambiental. Catadores como novos atores sociais na proteção do meio ambiente, p. 164
  • Proteção ambiental. Consagração jurídico-constitucional de proteção do ambiente, p. 81
  • Proteção ambiental. Política nacional de resíduos sólidos como mecanismo de proteção ao meio ambiente, p. 117

R

  • Reciclagem. Catadores de material reciclável: da invisibilidade ao reconhecimento, p. 153
  • Referências, p. 181
  • Revolução industrial. Progressos da revolução industrial, p. 33

S

  • Separação homem e natureza, p. 28
  • Sigla. Lista de abreviaturas e siglas, p. 17
  • Sociedade de consumo, p. 37
  • Sociedade de consumo. A dialética da globalização, p. 43
  • Sociedade de consumo. Seus estágios, p. 38
  • Sociedade de consumo. Sua perversidade, p. 41
  • Sociedade de produção, p. 28

Recomendações

Capa do livro: Crueldade Contra os Animais, Juliana Aparecida Brechó

Crueldade Contra os Animais

 Juliana Aparecida BrechóISBN: 978655605310-3Páginas: 216Publicado em: 23/12/2020

Versão impressa

de R$ 89,90* porR$ 80,91em 3x de R$ 26,97Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 64,70* porR$ 58,23em 2x de R$ 29,12Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Lei Agrária Nova, A - Publicação Oficial da Academia Brasileira de Letras Agrárias – ABLA, Coordenadores: Lucas Abreu Barroso, Elisabete Maniglia e Alcir Gursen de Miranda

Lei Agrária Nova, A - Publicação Oficial da Academia Brasileira de Letras Agrárias – ABLA

 Coordenadores: Lucas Abreu Barroso, Elisabete Maniglia e Alcir Gursen de MirandaISBN: 853621356-6Páginas: 416Publicado em: 18/08/2006

Versão impressa

de R$ 149,90* porR$ 134,91em 5x de R$ 26,98Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Resumo de Direito Ambiental, Ana Paula Liberato

Resumo de Direito Ambiental

 Ana Paula LiberatoISBN: 978853621544-0Páginas: 214Publicado em: 05/04/2007

Versão impressa

de R$ 69,90* porR$ 62,91em 2x de R$ 31,46Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Socioambientalismo de Fronteiras, Coordenadores: Edson Damas da Silveira e Serguei Aily Franco de Camargo

Socioambientalismo de Fronteiras

 Coordenadores: Edson Damas da Silveira e Serguei Aily Franco de CamargoISBN: 978853623991-0Páginas: 168Publicado em: 09/11/2012

Versão impressa

de R$ 59,90* porR$ 53,91em 2x de R$ 26,96Adicionar ao
carrinho