Consultoria por Análise de Balanços

Rodrigo Antonio Chaves da Silva

Leia na Biblioteca Virtual
Preço:
Parcele em até 6x sem juros no cartão. Parcela mínima de R$ 20,00
FICHA TÉCNICA
Autor(es): Rodrigo Antonio Chaves da Silva
ISBN: 978853625393-0
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 336
Publicado em: 10/09/2015
Área(s): Administração; Contabilidade Geral Aplicada
CONFIRA TAMBÉM
SINOPSE

Consultoria por Análise de Balanços trata dos principais elementos de consultoria aplicada aos comércios, com novas interpretações e critérios diferentes de se analisar, como proposta de uma nova Contabilidade Analítica e Patrimonial, sem desconsiderar a doutrina, reunindo os principais quocientes, coeficientes, índices e problemas da área comercial, e respectivas soluções em raciocínio patrimonial.

É uma obra completa voltada para as aplicações explicativas dos comércios e auxílio na tomada de decisão dos contadores, gerentes, advogados empresariais, administradores e pessoas que lidam com esse ramo de atividade que é abundante em toda parte do mundo.

Tal trabalho pode ser aplicado nas cadeiras de Contabilidade Geral, Comercial, Avançada, Análise de Balanços e Gerencial.

AUTOR(ES)

RODRIGO ANTONIO CHAVES DA SILVA

Especialista em Gestão Econômica. Professor universitário, contador, perito judicial, consultor e analista de empresas. Membro do primeiro SIFICON – Simpósio Internacional das Fronteiras do Conhecimento Contábil, Huancayo, Peru. Membro da ACIN – Associação Científica Internacional Neopatrimonialista. Membro do clube de Balanced Scorecard da Argentina. Ganhador do Prêmio Internacional de História da Contabilidade Prof. Martim Noel Monteiro (2007/2008), Prêmio Internacional de Contabilidade Financeira Luiz Chaves de Almeida (2008/2009) e Prêmio Internacional Rogério Fernandes Ferreira (2011). Acadêmico efetivo imortalizado pela ACLA – Academia de Ciências, Letras e Artes de Manhuaçu/MG.

SUMÁRIO

Capítulo 1 - O ESTUDO PATRIMONIAL DOS BALANÇOS

1.1 Peças de Contabilidade (Balanço) e Limites da Informação

1.2 A Análise em Sua Essência e Fenômenos a Serem Estudados

1.3 As Informações, a Análise Comercial e a Sua Aplicação

1.4 As Demonstrações a Serem Utilizadas

Capítulo 2 - MÉTODOS DE ANÁLISE DA CONTABILIDADE

2.1 Premissa sobre Métodos e Análise Contábil

2.2 Coeficiente

2.3 Números - Índices

2.4 Quocientes

2.5 Identidades

2.6 O Uso de Matrizes

Capítulo 3 - A ESTRUTURA PATRIMONIAL DAS EMPRESAS

3.1 A Estrutura Proporcional do Ativo Circulante

3.2 A Estrutura do Ativo Permanente

3.3 A Estrutura do Passivo Circulante

3.4 A Estrutura do Patrimônio Líquido

3.5 A Estrutura Geral do Ativo e Passivo Total

3.6 Comparação das Estruturas

3.7 Resumo dos Coeficientes

3.8 Conclusões sobre os Coeficientes Patrimoniais

Capítulo 4 - A ESTRUTURA OPERACIONAL OU REDITUAL

4.1 Os Coeficientes da Estrutura Reditual

4.2 Comparação dos Coeficientes Durante os Exercícios

4.3 Os Coeficientes de Abatimentos e Deduções

4.4 As Despesas Operacionais

4.5 A Proporção e Estrutura do C.M.V

4.6 Conclusões sobre os Coeficientes Redituais

Capítulo 5 - A EVOLUÇÃO DA ESTRUTURA PATRIMONIAL NO TEMPO

5.1 Premissa e Discurso Introdutório Elementar

5.2 Índices de Grupos do Conjunto Patrimonial

5.3 A Evolução da Estrutura Patrimonial em Base Móvel

5.4 Resumo da Evolução Patrimonial em Base Fixa e Móvel

Capítulo 6 - EVOLUÇÃO DA ESTRUTURA REDITUAL NO TEMPO

6.1 Evolução Reditual com Índices de Base Fixa

6.2 Evolução Reditual dos Índices em Base Móvel

Capítulo 7 - EVOLUÇÃO DOS COEFICIENTES PATRIMONIAIS E REDITUAIS

7.1 Premissa sobre a Evolução dos Coeficientes

7.2 Índices dos Coeficientes Redituais

7.3 Uso dos Índices em Coeficientes Patrimoniais

7.4 Comparação Geral dos Grupos da Estrutura Patrimonial

7.5 Índices dos Coeficientes Patrimoniais Gerais

7.6 Conclusões dos Coeficientes e Índices Redituais e Patrimoniais

Capítulo 8 - ANÁLISE DAS FINANÇAS ESTÁTICAS E LIQUIDEZ COMUM DAS EMPRESAS

8.1 O que é a Liquidez

8.2 Premissa Básica sobre a Característica da Estática Financeira

8.3 Verificação da Estrutura Financeira do Patrimônio

8.4 A Liquidez Geral e Comum, e Premissas sobre a Importância dos Quocientes

8.5 A Liquidez Comum

8.6 A Liquidez Seca

8.7 A Liquidez Imediata

8.8 A Liquidez Geral

8.9 Uma Liquidez Deficiente

Capítulo 9 - ESTUDO E ANÁLISE DAS IMOBILIZAÇÕES PATRIMONIAIS

9.1 O Sentido das Imobilizações nas Aziendas Comerciais

9.2 A Importância da Imobilização no Comércio e o Sentido para Imobilizar

9.3 As Características do Imobilizado

9.4 A Proporção do Imobilizado, a sua Natureza Operacional e Extraoperacional

9.5 O Ativo Operacional e o Extraoperacional

9.6 A Imobilização dos Bens e Créditos Realizáveis

9.7 As Imobilizações e o Endividamento

9.8 A Imobilização do Capital Próprio

9.9 A Imobilização das Vendas

9.10 Conclusões sobre as Imobilizações

Capítulo 10 - OS QUOCIENTES DE GIRO OU RENOVAÇÃO DOS ELEMENTOS

10.1 O Giro dos Estoques

10.2 O Giro dos Créditos

10.3 O Giro do Caixa ou dos Disponíveis

10.4 O Giro dos Fornecedores

10.5 O Giro dos Empréstimos

10.6 O Giro das Demais Contas a Pagar

10.7 Giro do Imobilizado

10.8 Giro do Capital Próprio

10.9 Giro Total do Ativo em Relação ao Giro Total do Passivo

10.10 Conclusões sobre o Cálculo de Giro ou Renovação dos Elementos

Capítulo 11 - O CICLO DA ATIVIDADE FINANCEIRA E CICLO DO CAPITAL DURÁVEL DAS EMPRESAS

11.1 Premissa Básica

11.2 Fórmula do Ciclo da Atividade Financeira

11.3 Aplicação da Fórmula do Ciclo de Atividade Financeira Considerando no Ciclo de Pagamento Apenas os Fornecedores

11.4 Aplicação da Fórmula do Ciclo de Atividade Financeira Considerando no Ciclo de Pagamento Todas as Dívidas

11.5 O Ciclo do Capital Durável

11.6 Conclusão sobre o Ciclo da Atividade Financeira, e do Capital Durável

Capítulo 12 - A PARTICIPAÇÃO DOS INVESTIMENTOS DA ESTRUTURA DO PATRIMÔNIO

12.1 O Que é Participação

12.2 A Participação do Ativo Circulante nas Imobilizações

12.3 A Participação do Realizável nas Imobilizações

Capítulo 13 - ANÁLISE DOS INVESTIMENTOS CREDITÍCIOS E SUA CORRELAÇÃO COM O PASSIVO DE CRÉDITO

13.1 Os Investimentos Creditícios e Quocientes

13.2 Quocientes de Correlação Creditícia

13.3 Aplicação dos Quocientes de Correlação Creditícia

Capítulo 14 - A ANÁLISE DO ENDIVIDAMENTO

14.1 O Endividamento

14.2 Quocientes de Análise do Endividamento

14.3 A Estrutura Proporcional e Participação do Endividamento no Passivo

14.4 A Participação do Passivo Circulante

14.5 O Perfil do Endividamento

14.6 Conclusões sobre o Endividamento nas Empresas

Capítulo 15 - A RENTABILIDADE DAS EMPRESAS

15.1 Premissa Comum

15.2 A Rentabilidade do Capital Próprio

15.3 A Rentabilidade do Crédito

15.4 A Rentabilidade dos Estoques

15.5 A Rentabilidade do imobilizado

15.6 A Rentabilidade das Dívidas

Capítulo 16 - ANÁLISE DA LUCRATIVIDADE DAS EMPRESAS

16.1 Os Quocientes de Análise da Lucratividade

16.2 A Lucratividade das Vendas

16.3 A Lucratividade dos Custos Técnicos de uma empresa ou CMV

16.4 Comparação e Considerações Conclusivas sobre a Lucratividade

Capítulo 17 - O PREÇO DE VENDA E SUA FORMAÇÃO NAS EMPRESAS

17.1 O Preço e os Seus Elementos

17.2 O Método Real de Colocação do Preço

17.3 Estratégias e Táticas para Conseguir Rendas nos Preços e Produtividade

Capítulo 18 - O RESULTADO DA CONTA MERCADORIAS E O OVERHEAD

18.1 O Resultado da Conta Mercadorias e Exposição do Overhead Comercial

Capítulo 19 - O PONTO DE EQUILÍBRIO NAS EMPRESAS EM VALORES MONETÁRIOS

19.1 Premissas e Noções Básicas

19.2 As Básicas Razões para a Fórmula e o Conhecimento dos Seus Elementos

19.3 Orçamento do Ponto de Equilíbrio

19.4 Orçamento de Regulação dos Elementos Analíticos do Ponto de Equilíbrio

19.5 O Ponto de Equilíbrio de Acordo com o Resultado da Conta Mercadorias (Demonstração)

19.6 O PE do Fluxo de Caixa

19.7 O PE do Reflexo Econômico

19.8 O PE de Desembolsos Não Financeiros

19.9 O PE Lucrativo

Capítulo 20 - O PONTO DE EQUILÍBRIO ANALÍTICO EM UNIDADES E VENDAS PELA MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO

20.1 O Custo Variável por Unidade

20.2 O Custo Fixo e Ponto de Equilíbrio por Unidade

20.3 O PE em Unidades de Diversos Produtos (pela sobra dos estoques)

20.4 O PE em Unidades pela MC Geral

20.5 O PE pela Margem Média

20.6 O Tempo de Consumo da Margem de Contribuição

20.7 O PE pelas Margens dos Preços

20.8 O PE pelas Compras

20.9 O PE pelas Existências em Mercadorias

20.10 Conclusões e Orientações para Atingir o PE em Unidades com mais Facilidade

Capítulo 21 - O CREDIÁRIO - SUA GESTÃO E CONTROLE DE COMPORTAMENTO

21.1 Premissa Básica

21.2 A Carteira de Clientes e sua Análise

21.3 O Crediário e o Crédito Obtido com Fornecedores

Capítulo 22 - ASPECTOS GERENCIAIS DO DESCONTO

22.1 A Taxa do Desconto Comercial ou Por Fora em Relação à por Dentro

22.2 A Descontagem Geral do Patrimônio e Regulação para as Vendas

Capítulo 23 - OS EMPRÉSTIMOS E OS FINANCIAMENTOS BANCÁRIOS A SEREM ESTUDADOS PELA EMPRESA

23.1 A Fórmula de Empréstimos e sua Condição na Liquidez Estática da Empresa

23.2 Conclusão dos Empréstimos

Capítulo 24 - BREVE ANÁLISE DE INVESTIMENTOS EMPRESARIAIS

24.1 Opções Ligadas ao Disponível

24.2 Opções de Investimentos com Relação aos Bens de Rédito

24.3 Opções de Imobilizações

Capítulo 25 - O CONTROLE E O COMPORTAMENTO DOS ESTOQUES EMPRESARIAIS

25.1 O Controle dos Estoques

25.2 O Comportamento Proporcional dos Estoques

25.3 O Retorno do Investimento em Estoque

25.4 Quanto Estocar

25.5 Quanto Comprar

Capítulo 26 - ANÁLISE DA LIQUIDEZ DINÂMICA E REALIDADE FINANCEIRA

26.1 Premissa Histórica

26.2 A Fórmula de Liquidez Dinâmica

26.3 Gerenciamento da Liquidez Dinâmica e Conclusão

Capítulo 27 - ORÇAMENTOLOGIA DA ANÁLISE EMPRESARIAL E FIXAÇÃO DO COMPORTAMENTO PATRIMONIAL

27.1 Premissa Básica

27.2 Fórmula de Projeção da Demonstração dos Resultados

27.3 O Balanço Patrimonial Projetado

27.4 Orçado e Acontecido - Algumas Verificações

27.5 Orçamento e Fim da Consultoria?

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

Lista de Tabelas

Tabela 1: Balanço patrimonial da Empresa Alfa

Tabela 2: Balanço comercial da Empresa Ômega

Tabela 3: Demonstração de resultado da Empresa Alfa

Tabela 4: Demonstração de resultado da Empresa Ômega

Tabela a: Análise percentual do ano de 2016

Tabela a2: Estrutura percentual do ativo permanente

Tabela a3: A estrutura do passivo circulante

Tabela a4: A estrutura percentual do patrimônio líquido

Tabela a5: A estrutura geral do patrimônio

Tabela a6: Comparação da estrutura geral do patrimônio

Tabela a7: Resumo dos coeficientes da Empresa Alfa

Tabela a8: Resumo dos coeficientes dos elementos do passivo

Tabela b: Representação da estrutura reditual

Tabela b1: O desempenho reditual da Empresa Alfa pelos percentuais

Tabela b2: A proporção percentual dos abatimentos e descontos

Tabela b3: A proporção das despesas operacionais

Tabela b4: A proporção dos elementos que compõem o CMV

Tabela c: Valores no tempo da estrutura circulante

Tabela c1: Evolução em base fixa dos valores do ativo circulante

Tabela c2: Evolução quantitativa do ativo permanente

Tabela c3: Evolução no passivo circulante

Tabela c4: Evolução quantitativa do patrimônio líquido

Tabela c5: A evolução móvel dos bens

Tabela c6: A evolução móvel do permanente

Tabela c7: Evolução móvel do passivo circulante

Tabela c8: Evolução do patrimônio líquido em base móvel

Tabela c9: Resumo dos índices em base fixa do ativo

Tabela c10: Resumo dos índices em base fixa do passivo

Tabela c11: Resumo dos índices em base móvel do ativo

Tabela c12: Resumo dos índices em base móvel do passivo

Tabela 3: Demonstração de resultado da Empresa Alfa

Tabela d: Evolução em base fixa dos elementos redituais

Tabela d1: Evolução quantitativa móvel dos valores redituais

Tabela b1: Coeficiente dos valores gerais dos grupos redituais

Tabela e: A evolução dos coeficientes redituais

Tabela e1: Coeficientes do ativo circulante

Tabela e2: A evolução dos coeficientes no ativo circulante

Tabela a6: Comparação da estrutura geral do patrimônio

Tabela e3: Evolução dos coeficientes dos grupos patrimoniais

Tabela a7: Resumo dos coeficientes da Empresa Alfa

Tabela e4: Índices dos coeficientes gerais patrimoniais

Tabela a8: resumo dos coeficientes dos elementos do passivo

Tabela e5: Os índices dos coeficientes do passivo

Tabela f: Estrutura percentual estática das finanças da Empresa Ômega

Tabela g: Comparação para averiguação do comportamento do imobilizado na Empresa Ômega

Tabela g1: Comparação das imobilizações com a liquidez estática do capital - Empresa Ômega

Tabela g2: O endividamento do imobilizado e seu diagnóstico

Tabela g3: Relação dos quocientes percentuais de imobilização

Tabela g4: Relação dos quocientes em unidades decimais das imobilizações

Tabela g5: Evolução financeira e reditual do imobilizado, comparação com índices, quocientes percentuais e em unidades decimais

Tabela h: Comparação da liquidez seca, giro dos estoques, vendas e lucros da Empresa Alfa

Tabela h1: Comparação da evolução reditual e giro dos estoques

Tabela h2: Comparação da evolução da massa circulante ativa e passiva, e giro dos estoques (Empresa Alfa)

Tabela h3: Observação do tempo de recebimento, vendas e disponível

Tabela h4: Comparação do tempo do recebimento, liquidez e disponível, com coeficiente de dívidas

Tabela h5: Evolução do prazo de renovação dos meios circulantes da Empresa Ômega

Tabela h6: Comparação do tempo dos disponíveis com índices do endividamento e capital próprio

Tabela h7: Comparação da liquidez proporção, tempo de giro, coeficiente do endividamento e vendas

Tabela h8: Comparação da eficácia do giro dos fornecedores

Tabela h9: Avaliação dos quocientes de rotação, fornecedores e compras

Tabela h10: Comparação da evolução do tempo dos créditos, empréstimos e seus respectivos volumes

Tabela h11: Averiguação da renovação do capital próprio

Tabela h12: Comparação dos giros do ativo e passivo, juntamente com os índices de lucros e endividamento

Tabela h13: Imobilizações excessivas e mau tempo de recebimento, causa de apertos financeiros e queda dos lucros

Tabela i: Observação do ciclo de atividade financeira com a liquidez comum e índice de vendas e lucros

Tabela i1: Relação dos tempos e do CO e CP dos bens realizáveis e dívidas da Ômega

Tabela j: Comparação da participação com outros quocientes e índices

Tabela j1: A evolução da participação do realizável na imobilização e comparações

Tabela K: Avaliação do investimento creditício da Empresa Ômega

Tabela K1: Comparação da correlação dos créditos com fornecedores

Tabela K2: Comparação dos tempos de recebimento e pagamento para a avaliação da correlação creditícia a curto prazo

Tabela K3: Avaliação da correlação creditícia a longo prazo

Tabela K4: Comparação dos quocientes de correlação creditícia relativa a longo prazo e a curto prazo

Tabela l: Comparação de índices de vendas e lucros, com quocientes de liquidez

Tabela l1: Observação do quociente de participação do passivo circulante e outros indicadores

Tabela l2: Considerações sobre o perfil de endividamento na Empresa Alfa

Tabela M: Movimentos a serem observados com a rentabilidade do capital próprio

Tabela M1: Comportamento do crédito e sua rentabilidade

Tabela M2: Caso patológico de anti-rentabilidade dos créditos

Tabela M3: Avaliação da eficácia dos estoques pela rentabilidade

Tabela M4: Avaliação da rentabilidade da imobilização do capital

Tabela M5: Quadro-resumo da rentabilidade do endividamento

Tabela n: Avaliação do comportamento da lucratividade

Tabela 1: Observação dos elementos redituaise ciclo da atividade financeira

Tabela 2: Observação da lucratividade dos custos em relação à circulação do ativo e passivo

Tabela o: Prova de resultado no preço formado

Tabela o1: Comparação dos preços de mercado,valor da mercadoria e custos

Tabela p: Exposição do overhead sintética

Tabela q: Orçamento sintético do ponto de equilíbrio para a Empresa Ômega

Tabela q1: Orçamento no PE do fluxo de caixa

Tabela q6: O orçamento do PE do reflexo econômico

Tabela q2: O orçamento do PE do desembolso não financeiro já ocorrido

Tabela q3: O orçamento do PE do desembolso não financeiro potencial

Tabela q4: O orçamento do PE do desembolso não financeiro potencial

Tabela r: A determinação do custo variável unitário esua comissão (caso 1 - Empresa Alfa)

Tabela r1: A determinação do custo variável unitário esua comissão (caso 2 - Empresa Ômega)

Tabela r2: As margens de contribuição unitárias

Tabela r3: Procura do custo variável pela proporção geral

Tabela r4: A seleção dos custos fixos para cada tipo de produto

Tabela r5: O custo fixo geral e as margens de contribuição de cada uma das mercadorias

Tabela r6: O PE em unidades e as marcações de venda para as empresas

Tabela r7: Distribuição do custo fixo pela sobra em estoques

Tabela r8: Os nivelamentos em unidades médias

Tabela r9: Verificação do lucro pela produtividade dos estoques

Tabela r10: O preço adequado com as unidades na MC do PE

Tabela r11: Comparação com o preço de venda do concorrente no PE em unidades

Tabela r12: Sobra em unidades e estocagem depois do PE

Tabela r13: As reminiscências em estoques

Tabela s: A carteira de clientes da Empresa Ômega

Tabela s1: Análise do crediário ou carteira de clientes

Tabela s2: Carteira de fornecedores ou de compras

Tabela s3: Comparação do crédito cedido e obtido na empresa

Tabela t: Resumo da condição proporcional, giratória e reditual dos estoques

Tabela t1: Caso de superinvestimento em estoques, diagnóstico de excessos na estrutura que não contribuem para os resultados e para as finanças

Tabela t2: Caso de subinvestimento ou carência de proporção de estoques

Tabela u: Os giros dos elementos da Empresa Alfa

Tabela u1: Os giros dos elementos da Empresa Ômega

Tabela u2: A liquidez comum nas empresas

Tabela u3: Avaliação da liquidez dinâmica e real da empresa

Tabela v: Quadro demonstrativo da Empresa Alfa em percentuais gerais

Tabela v1: Quadro demonstrativo da Empresa Alfa em percentuais gerais

Tabela v2: Balanço patrimonial em estrutura percentual

Tabela v3: O balanço patrimonial projetado

Tabela v4: Comparação e diferenças entre o orçado e o acontecido

Lista de Gráficos

Gráfico i: Ciclo da atividade financeira

Gráfico i1: Desenho do ciclo operacional e financeiro

Gráfico i2: CO, CAF e CP da Empresa Ômega

Gráfico i3: Demonstração gráfica do CO, CP e CAF

Gráfico i4: A variação do CO, CAF e CP por índices

Gráfico i5: Comparação do PMI, PMCP com CP

Lista de Figuras

Figura h: A rotação ou giro do ativo circulante na empresa comercial

ÍNDICE ALFABÉTICO

A

  • Análise das finanças estáticas e liquidez comum das empresas
  • Análise do endividamento
  • Atividade financeira. Aplicação da fórmula do ciclo de atividade financeira considerando no ciclo de pagamento apenas os fornecedores
  • Atividade financeira. Aplicação da fórmula do ciclo de atividade financeira considerando no ciclo de pagamento todas as dívidas
  • Atividade financeira. Ciclo da atividade financeira e ciclo do capital durável das empresas
  • Atividade financeira. Conclusão sobre o ciclo da atividade financeira, e do capital durável
  • Atividade financeira. Fórmula do ciclo da atividade financeira
  • Ativo circulante. Estrutura proporcional do ativo circulante
  • Ativo permanente. Estrutura do ativo permanente

B

  • Balanço. Estudo patrimonial. Análise em sua essência e fenômenos a serem estudados
  • Balanço. Estudo patrimonial. Demonstrações a serem utilizadas
  • Balanço. Estudo patrimonial. Informações, a análise comercial e a sua aplicação
  • Balanço. Estudo patrimonial. Peças de contabilidade (balanço) e limites da informação

C

  • Capital durável. Ciclo da atividade financeira e ciclo do capital durável das empresas
  • Ciclo da atividade financeira e ciclo do capital durável das empresas
  • Ciclo da atividade financeira e ciclo do capital durável das empresas. Premissa básica
  • Ciclo do capital durável
  • Coeficientes patrimoniais e redituais. Comparação geral dos grupos da estrutura patrimonial
  • Coeficientes patrimoniais e redituais. Conclusões dos coeficientes e índices redituais e patrimoniais
  • Coeficientes patrimoniais e redituais. Evolução
  • Coeficientes patrimoniais e redituais. Índices dos coeficientes patrimoniais gerais
  • Coeficientes patrimoniais e redituais. Índices dos coeficientes redituais
  • Coeficientes patrimoniais e redituais. Premissa sobre a evolução dos coeficientes
  • Coeficientes patrimoniais e redituais. Uso dos índices em coeficientes patrimoniais
  • Comportamento patrimonial. Balanço patrimonial projetado
  • Comportamento patrimonial. Fórmula de projeção da demonstração dos resultados
  • Comportamento patrimonial. Orçado e acontecido. Algumas verificações
  • Comportamento patrimonial. Orçamento e fim da consultoria?
  • Comportamento patrimonial. Orçamentologia da análise empresarial e fixação do comportamento patrimonial
  • Comportamento patrimonial. Premissa básica
  • Conclusão
  • Contabilidade. Métodos de análise
  • Contabilidade. Métodos de análise. Coeficiente
  • Contabilidade. Métodos de análise. Identidades
  • Contabilidade. Métodos de análise. Números. Índices
  • Contabilidade. Métodos de análise. Premissa sobre métodos e análise contábil
  • Contabilidade. Métodos de análise. Quocientes
  • Contabilidade. Métodos de análise. Uso de matrizes
  • Controle e o comportamento dos estoques empresariais
  • Crediário. Carteira de clientes e sua análise
  • Crediário. Crediário e o crédito obtido com fornecedores
  • Crediário. Premissa básica
  • Crediário. Sua gestão e controle de comportamento

D

  • Desconto. Aspectos gerenciais do desconto
  • Desconto. Descontagem geral do patrimônio e regulação para as vendas
  • Desconto. Taxa do desconto comercial ou por fora em relação à por dentro

E

  • Empresa. Estrutura patrimonial
  • Empresa. Estrutura patrimonial. Comparação das estruturas
  • Empresa. Estrutura patrimonial. Conclusões sobre os coeficientes patrimoniais
  • Empresa. Estrutura patrimonial. Estrutura geral do ativo e passivo total
  • Empresa. Estrutura patrimonial. Resumo dos coeficientes
  • Empréstimos e os financiamentos bancários a serem estudados pela empresa
  • Empréstimos. Conclusão dos empréstimos
  • Empréstimos. Fórmula de empréstimos e sua condição na liquidez estática da empresa
  • Endividamento
  • Endividamento. Conclusões sobre o endividamento nas empresas
  • Endividamento. Estrutura proporcional e participação do endividamento no passivo
  • Endividamento. Participação do passivo circulante
  • Endividamento. Perfil do endividamento
  • Endividamento. Quocientes de análise do endividamento
  • Estática financeira. Premissa básica sobre a característica da estática financeira
  • Estoque empresarial. Comportamento proporcional dos estoques
  • Estoque empresarial. Controle dos estoques
  • Estoque empresarial. Controle e o comportamento dos estoques empresariais
  • Estoque empresarial. Quanto comprar
  • Estoque empresarial. Quanto estocar
  • Estoque empresarial. Retorno do investimento em estoque
  • Estrutura do financeira patrimônio. Verificação da estrutura financeira do patrimônio
  • Estrutura operacional ou reditual
  • Estrutura operacional ou reditual. Coeficientes da estrutura reditual
  • Estrutura operacional ou reditual. Coeficientes de abatimentos e deduções
  • Estrutura operacional ou reditual. Comparação dos coeficientes durante os exercícios
  • Estrutura operacional ou reditual. Conclusões sobre os coeficientes redituais
  • Estrutura operacional ou reditual. Despesas operacionais
  • Estrutura operacional ou reditual. Proporção e Estrutura do CMV
  • Estrutura patrimonial das empresas
  • Estrutura patrimonial no tempo. Evolução da estrutura patrimonial em base móvel
  • Estrutura patrimonial no tempo. Evolução
  • Estrutura patrimonial no tempo. Evolução. Premissa e discurso introdutório elementar
  • Estrutura patrimonial no tempo. Índices de grupos do conjunto patrimonial
  • Estrutura patrimonial no tempo. Resumo da evolução patrimonial em base fixa e móvel
  • Estrutura reditual no tempo. Evolução da estrutura reditual no tempo
  • Estrutura reditual no tempo. Evolução reditual com índices de base fixa
  • Estrutura reditual no tempo. Evolução reditual dos índices em base móvel
  • Estudo e análise das imobilizações patrimoniais
  • Estudo patrimonial dos balanços
  • Evolução da estrutura patrimonial no tempo
  • Evolução da estrutura reditual no tempo
  • Evolução dos coeficientes patrimoniais e redituais

G

  • Giro das demais contas a pagar
  • Giro do caixa ou dos disponíveis
  • Giro do capital próprio
  • Giro do imobilizado
  • Giro dos créditos
  • Giro dos empréstimos
  • Giro dos estoques
  • Giro dos fornecedores
  • Giro ou renovação dos elementos. Conclusões sobre o cálculo de giro ou renovação dos elementos
  • Giro total do ativo em relação ao giro total do passivo

I

  • Imobilização patrimonial. Ativo operacional e o extraoperacional
  • Imobilização patrimonial. Características do imobilizado
  • Imobilização patrimonial. Conclusões sobre as imobilizações
  • Imobilização patrimonial. Estudo e análise das imobilizações patrimoniais
  • Imobilização patrimonial. Imobilização das vendas
  • Imobilização patrimonial. Imobilização do capital próprio
  • Imobilização patrimonial. Imobilização dos bens e créditos realizáveis
  • Imobilização patrimonial. Imobilizações e o endividamento
  • Imobilização patrimonial. Importância da imobilização no comércio e o sentido para imobilizar
  • Imobilização patrimonial. Proporção do imobilizado, a sua natureza operacional e extraoperacional
  • Imobilização patrimonial. Sentido das imobilizações nas aziendas comerciais
  • Investimento. Breve análise de investimentos empresariais
  • Investimento. Opções de imobilizações
  • Investimento. Opções de investimentos com relação aos bens de rédito
  • Investimento. Opções ligadas ao disponível
  • Investimentos creditícios e quocientes

L

  • Liquidez comum
  • Liquidez dinâmica. Análise da liquidez dinâmica e realidade financeira
  • Liquidez dinâmica. Fórmula de liquidez dinâmica
  • Liquidez dinâmica. Gerenciamento da liquidez dinâmica e conclusão
  • Liquidez dinâmica. Premissa histórica
  • Liquidez geral e comum, e premissas sobre a importância dos quocientes
  • Liquidez geral
  • Liquidez imediata
  • Liquidez seca
  • Liquidez. O que é a liquidez
  • Liquidez. Uma liquidez deficiente
  • Lucratividade das vendas
  • Lucratividade dos custos técnicos de uma empresa ou CMV
  • Lucratividade. Análise da lucratividade das empresas
  • Lucratividade. Comparação e considerações conclusivas sobre a lucratividade
  • Lucratividade. Quocientes de análise da lucratividade

M

  • Métodos de análise da contabilidade

O

  • Overhead. Resultado da conta mercadorias e exposição do overhead comercial
  • Overhead. Resultado da conta mercadorias e o overhead

P

  • Participação do ativo circulante nas imobilizações
  • Participação do realizável nas imobilizações
  • Participação dos investimentos da estrutura do patrimônio
  • Participação. Análise dos investimentos creditícios e sua correlação com o passivo de crédito
  • Participação. Aplicação dos quocientes de correlação creditícia
  • Participação. O que é participação
  • Passivo circulante. Estrutura do passivo circulante
  • Patrimônio líquido. Estrutura do patrimônio líquido
  • Patrimônio. Participação dos investimentos da estrutura do patrimônio
  • Ponto de equilíbrio analítico em unidades e vendas pela margem de contribuição
  • Ponto de equilíbrio nas empresas em valores monetários
  • Ponto de equilíbrio. Básicas razões para a fórmula e o conhecimento dos seus elementos
  • Ponto de equilíbrio. Conclusões e orientações para atingir o PE em unidades com mais facilidade
  • Ponto de equilíbrio. Custo fixo e ponto de equilíbrio por unidade
  • Ponto de equilíbrio. Custo variável por unidade
  • Ponto de equilíbrio. Orçamento de regulação dos elementos analíticos do ponto de equilíbrio
  • Ponto de equilíbrio. Orçamento do ponto de equilíbrio
  • Ponto de equilíbrio. PE de desembolsos não financeiros
  • Ponto de equilíbrio. PE do fluxo de caixa
  • Ponto de equilíbrio. PE do reflexo econômico
  • Ponto de equilíbrio. PE em unidades de diversos produtos (pela sobra dos estoques)
  • Ponto de equilíbrio. PE em unidades pela MC geral
  • Ponto de equilíbrio. PE lucrativo
  • Ponto de equilíbrio. PE pela margem média
  • Ponto de equilíbrio. PE pelas compras
  • Ponto de equilíbrio. PE pelas existências em mercadorias
  • Ponto de equilíbrio. PE pelas margens dos preços
  • Ponto de equilíbrio. Ponto de equilíbrio de acordo com o resultado da conta mercadorias (demonstração)
  • Ponto de equilíbrio. Premissas e noções básicas
  • Ponto de equilíbrio. Tempo de consumo da margem de contribuição
  • Preço de venda e sua formação nas empresas
  • Preço e os seus elementos
  • Preço. Estratégias e táticas para conseguir rendas nos preços e produtividade
  • Preço. Método real de colocação do preço

Q

  • Quociente. Liquidez geral e comum, e premissas sobre a importância dos quocientes
  • Quocientes de correlação creditícia
  • Quocientes de giro ou renovação dos elementos

R

  • Referências
  • Rentabilidade das dívidas
  • Rentabilidade das empresas
  • Rentabilidade do capital próprio
  • Rentabilidade do crédito
  • Rentabilidade do imobilizado
  • Rentabilidade dos estoques
  • Rentabilidade. Premissa comum
INDIQUE ESSA OBRA

Indique essa obra para um amigo:

De:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez

Para:

Nome:

E-mail:

Informe apenas 1 email por vez


Mensagem: