Cultura do Concurso Público - Uma Análise da Psicodinâmica do Trabalho - Biblioteca Juruá de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho

Felipe Burle dos Anjos

Versão impressa

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS

Ficha técnica

Autor(es): Felipe Burle dos Anjos

ISBN v. impressa: 978853626273-4

ISBN v. digital: 978853626312-0

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Número de páginas: 144

Publicado em: 10/10/2016

Área(s): Psicologia - Organizacional e do Trabalho

Versão Digital (e-Book)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

O concurso público é uma ferramenta da gestão de pessoas do Es­tado responsável pela captação de talentos, que foi evoluindo nos âmbitos jurídico e administrativo, e está impactando em uma trans­formação cultural, verificada por meio da mudança de sonhos, hábi­tos e valores de uma quantidade cada vez maior de pessoas. Uma indústria cultural.

Os concurseiros apresentam uma padronização dos hábitos de es­tudos e descanso, e das crenças sobre trabalho e concurso. Possuem sentimentos como inutilidade, dependência e baixa autoestima, característicos do sofrimento dos desempregados identificados na literatura científica; mas também sobrecarga e pressão por desem­penho pelo nível de exigência dos concursos. Eles relataram estra­tégias como autoaceleração, racionalização, negação do sofrimen­to, automedicação (doping), e a psicodinâmica do não-trabalho, que viriliza o concurseiro e ameniza o sofrimento do desemprego.

Uma nova cultura, fruto das modernas formas de organização do trabalho e das conjunturas sócio-políticas, em especial na capital do país, produzindo em larga escala esse personagem idealizado pela organização do trabalho no serviço público, e alienado do trabalho real. O processo de seleção do concurso torna-se um fetiche dessa cultura, um fim em si mesmo.

Conclui-se que a ideologia defensiva frente ao sofrimento pelo de­semprego contribui para a sacralização da seleção para o serviço público, legitimando a cultura do concurso.

Autor(es)

FELIPE BURLE DOS ANJOS
Doutor em Psicologia do Trabalho e Especialista em Psicologia Clínica. Divide sua atuação profissional entre o consultório psico­terápico próprio, a super­visão clínica, a docência em Psicologia do Trabalho no Centro Universitário de Brasília – UniCEUB, e con­sultorias para empresas. Nascido e criado em Brasília, o autor viveu uma trans­formação cultural que se desenvolveu na capital do país, marcada pela inversão de valores do trabalho na iniciativa pública e privada.

Sumário

INTRODUÇÃO, p. 17

O Concurso, p. 21

O Desemprego, p. 27

A Tese, p. 29

Capítulo 1 Desemprego e a Ciência da Gestão Pública, p. 31

Ciência do Trabalho, p. 33

A Pré-História do Trabalho, p. 36

Ideologia da Gestão, p. 40

A História do Trabalho no Brasil, p. 43

A Capital do Trabalho, p. 46

Capítulo 2 O Enigma da Normalidade, p. 51

Psicopatologias do Trabalho, p. 55

Patologias Sociais, p. 62

Capítulo 3 Subjetividade e Ideologia Defensiva, p. 67

A Mobilização, p. 69

A Ressonância Simbólica, p. 71

A Inteligência Prática, p. 71

Coletivo de Trabalho e Cooperação, p. 73

Reconhecimento e Identidade, p. 75

As Estratégias de Mediação do Sofrimento, p. 78

Capítulo 4 Método, p. 83

Participantes, p. 85

Procedimento de Coleta de Dados, p. 85

Procedimento de Análise dos Dados, p. 86

Capítulo 5 Resultados, p. 89

A Promessa do Concurso, p. 91

O Trabalho do Concurseiro - Rotina e Planejamento, p. 94

Vivências de Impotência, p. 99

Capítulo 6 A Fila da Promessa, p. 103

A Organização do Não Trabalho, p. 107

O Sofrimento Frente ao Desemprego, p. 111

As Estratégias de Mediação, p. 113

Ideologia Defensiva e Cultura do Concurso, p. 116

Capítulo 7 A Sacralização do Concurso, p. 123

REFERÊNCIAS, p. 131

ANEXO, p. 139

Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, p. 139

Índice alfabético

A

  • Análise de dados. Procedimento de análise dos dados, p. 86
  • Anexo, p. 139

C

  • Capital do trabalho, p. 46
  • Ciência do trabalho, p. 33
  • Coleta de dados. Procedimento de coleta de dados, p. 85
  • Coletivo de trabalho e cooperação, p. 73
  • Concurseiro. Trabalho do concurseiro. Rotina e planejamento, p. 94
  • Concurseiro. Vivências de impotência, p. 99
  • Concurso, p. 21
  • Concurso. Ideologia defensiva e cultura do concurso, p. 116
  • Concurso. Sacralização do concurso, p. 123
  • Concuso. Promessa do concurso, p. 91
  • Cooperação. Coletivo de trabalho e cooperação, p. 73

D

  • Desemprego, p. 27
  • Desemprego e a ciência da gestão pública, p. 31
  • Desemprego. Sofrimento frente ao desemprego, p. 111

E

  • Enigma da normalidade, p. 51
  • Estratégias de mediação, p. 113
  • Estratégias de mediação do sofrimento, p. 78

F

  • Fila da promessa, p. 103

G

  • Gestão pública. Desemprego e a ciência da gestão pública, p. 31
  • Gestão. Ideologia da gestão, p. 40

H

  • História do trabalho no Brasil, p. 43

I

  • Identidade. Reconhecimento e identidade, p. 75
  • Ideologia da gestão, p. 40
  • Ideologia defensiva e cultura do concurso, p. 116
  • Ideologia defensiva. Subjetividade e ideologia defensiva, p. 67
  • Inteligência prática, p. 71
  • Introdução, p. 17

M

  • Mediação. Estratégias de mediação, p. 113
  • Método, p. 83
  • Mobilização, p. 69

N

  • Normalidade. Enigma da normalidade, p. 51

O

  • Organização do não trabalho, p. 107

P

  • Participantes, p. 85
  • Patologias sociais, p. 62
  • Pré-história do trabalho, p. 36
  • Procedimento de análise dos dados, p. 86
  • Procedimento de coleta de dados, p. 85
  • Promessa do concurso, p. 91
  • Psicopatologias do trabalho, p. 55

R

  • Reconhecimento e identidade, p. 75
  • Referências, p. 131
  • Ressonância simbólica, p. 71
  • Resultados, p. 89

S

  • Sacralização do concurso, p. 123
  • Sofrimento frente ao desemprego, p. 111
  • Sofrimento. Estratégias de mediação do sofrimento, p. 78
  • Subjetividade e ideologia defensiva, p. 67

T

  • Termo de consentimento livre e esclarecido, p. 139
  • Tese, p. 29
  • Trabalho do concurseiro. Rotina e planejamento, p. 94
  • Trabalho. Capital do trabalho, p. 46
  • Trabalho. Ciência do trabalho, p. 33
  • Trabalho. Coletivo de trabalho e cooperação, p. 73
  • Trabalho. História do trabalho no Brasil, p. 43
  • Trabalho. Organização do não trabalho, p. 107
  • Trabalho. Pré-história do trabalho, p. 36
  • Trabalho. Psicopatologias do trabalho, p. 55

Recomendações

Capa do livro: Trabalho de Equipe, Valdivo Begali

Trabalho de Equipe

 Valdivo BegaliISBN: 978853623010-8Páginas: 146Publicado em: 28/05/2010

Versão impressa

R$ 44,70 Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 30,90 Adicionar e-Book
ao carrinho
Capa do livro: Narcisismo nas Organizações, Carlos César Ronchi

Narcisismo nas Organizações

 Carlos César RonchiISBN: 978853626018-1Páginas: 186Publicado em: 28/07/2016

Versão impressa

R$ 67,70em 2x de R$ 33,85Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 49,90 Adicionar e-Book
ao carrinho
Capa do livro: Gestão de Pessoas e Discurso Organizacional, Marcus Vinicius Soares Siqueira

Gestão de Pessoas e Discurso Organizacional

2ª EdiçãoMarcus Vinicius Soares SiqueiraISBN: 978853622261-5Páginas: 246Publicado em: 13/04/2009

Versão impressa

R$ 69,70em 2x de R$ 34,85Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Acidentes de Trabalho e Práticas Discursivas, Fábio de Oliveira

Acidentes de Trabalho e Práticas Discursivas

 Fábio de OliveiraISBN: 978853629148-2Páginas: 144Publicado em: 07/10/2019

Versão impressa

R$ 59,90em 2x de R$ 29,95Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 40,90 Adicionar e-Book
ao carrinho