Uma Viagem ao Brasil na Época da Independência - (1821 a 1822) - Tomo 1 - Coleção Diários de Viagem

Maria Graham - Tradução e Adaptação: Lia Licodiedoff Terbeck

Versão impressa

por R$ 69,90em 2x de R$ 34,95Adicionar ao carrinho

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS

Ficha técnica

Autor(es): Maria Graham - Tradução e Adaptação: Lia Licodiedoff Terbeck

ISBN v. impressa: 978652630857-8

ISBN v. digital: 978652630798-4

Acabamento: Brochura

Formato: 15,0x21,0 cm

Peso: 181grs.

Número de páginas: 146

Publicado em: 10/08/2023

Área(s): Literatura e Cultura - Viagem e Turismo; Literatura e Cultura - Diversos

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora - Juruá eBooks - para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 5 ou posterior
  • iOSiOS 8 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite download do livro em formato PDF;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

Uma Viagem ao Brasil na Época da Independência (1821 a 1822) Tomo 1 é um relato de viagem escrito por Maria Graham durante a sua estadia no Brasil nos anos de 1821, 1822 e 1823. 

Provavelmente é o primeiro relato de viagem a ter uma narrativa da história recente do Brasil de forma organizada e realizado por uma mulher que estava à frente do seu tempo. Maria Graham combina a sua visão no próprio local do relato e nesse sentido, diferentemente da maioria dos relatos de viagem produzidos no início do século XIX, principalmente os de autoria feminina, empurra o relato de viagem em direção à história.

Maria Graham se mostra surpresa com as condições em que viviam os negros em mercados de venda de pessoas escravizadas, apresenta a situação dessas pessoas em condições miseráveis, choca-se com a quantidade de navios negreiros que chegavam ao porto de Salvador, lugar em que procura mais dados para informações sobre as embarcações que aportam nas terras brasileiras.

No Rio de Janeiro, elogia a beleza da cidade e a simpatia do povo brasileiro, dos mais importantes aos mais simples, desde o nobre em seus trajes de corte, até o camponês com a sua roupa simples.

Além de Salvador e Rio de Janeiro, visitou também Pernambuco, Recife, e não deixou de mostrar suas belezas e encantamentos, bem como não se esquivou de descrever o que lhe deixou pasma e triste por conta das condições de vida dos escravos.

Maria Graham em seu Diário mostra seu interesse por todos que conheceu, tanto nobres, camponeses, escravos como também pela flora e fauna que encontrou em seus belos passeios. 

Escreveu, por exemplo:

Todas as vezes que passo por um bosque no Brasil, vejo plantas e flores novas, e uma riqueza de vegetação que parece inexaurível. Hoje vi flores de maracujá de cores que dantes nunca observara: verdes, róseas, escarlates, azuis, ananases selvagens de belo carmesim e púrpura; chá selvagem, ainda mais belo do que o elegante arbusto chinês, palmeiras de brejo e inúmeras plantas aquáticas novas para mim. Em cada lagoazinha patos selvagens, frangos d´água e variedades de marrecos, nadam por ali com orgulho gracioso...”.

Assim, te convido a desvendar mais um pouco da nossa própria história, através dos olhos desta maravilhosa autora.

Ótima leitura!

Autor(es)

MARIA GRAHAM

Maria Graham Lady Maria Dundas Graham Callcott, mais conhecida no Brasil como Maria Graham, nasceu em Cumberland, uma região da Inglaterra em 19.07.1785, e faleceu em Londres aos 57 anos, no dia 21.11.1842. Ficou conhecida como escritora viajante do século XIX e ao final de sua vida contava com uma obra de 16 livros escritos, além de se destacar como Pintora, Desenhista e Historiadora. Foi coletora de vários exemplares de botânica e escritora de livros de arte, história e literatura infantil. Em uma época em que a autoria de várias obras por uma mulher não era muito comum, Maria Graham realmente se sobressaiu. Esteve no Brasil em três ocasiões, sendo uma delas como acompanhante da Família Real, incluindo a Princesa Leopoldina e Dom Pedro. Em 1823, foi preceptora da Princesa Maria da Glória, futura rainha de Portugal. No ano seguinte realiza um panorama da cidade do Rio de Janeiro e publica um Diário com suas impressões sobre o Brasil, intitulado “Journal of a Voyage to Brazil na Residence there During Years 1821, 1822, 1823”.

Recomendações

Capa do livro: Viagem dos Bichos, A, Sadi Franzon

Viagem dos Bichos, A

 Sadi FranzonISBN: 978853621718-5Páginas: 88Publicado em: 26/09/2007

Versão impressa

R$ 59,90em 2x de R$ 29,95Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Sobre Linhas e Pipas, Marta Wiering Yamaoka

Sobre Linhas e Pipas

 Marta Wiering YamaokaISBN: 978652630667-3Páginas: 198Publicado em: 04/12/2023

Versão impressa

R$ 119,90em 4x de R$ 29,98Adicionar ao
carrinho

Versão digital

R$ 84,70em 3x de R$ 28,23Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Prisão Perpétua, João Marcos Adede y Castro

Prisão Perpétua

 João Marcos Adede y CastroISBN: 978853622982-9Páginas: 100Publicado em: 16/06/2010

Versão impressa

de R$ 59,90* porR$ 44,93 Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 40,90* porR$ 30,68 Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Sem Destino, Com Destino..., Cheila Fernanda Noé Bacila e Carlos Roberto Bacila

Sem Destino, Com Destino...

 Cheila Fernanda Noé Bacila e Carlos Roberto BacilaISBN: 978853625826-3Páginas: 108Publicado em: 05/07/2016

Versão impressa

de R$ 59,90* porR$ 44,93 Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 40,90* porR$ 30,68 Adicionar eBook
ao carrinho