Separação dos Poderes na Modernidade - Minibook - Uma Releitura Sistêmica - Coleção Juruá de Conhecimento - Pequenos Textos, Grandes Saberes

Fernando Rister de Sousa Lima e Orlando Villas Bôas Filho

Versão impressa

de R$ 19,90*

Versão digital

Disponível para:AndroidiOS
de R$ 14,70*

* Desconto não cumulativo com outras promoções, incluindo P.A.P. e Cliente Fiel

Ficha técnica

Autor(es): Fernando Rister de Sousa Lima e Orlando Villas Bôas Filho

ISBN v. impressa: 978853628010-3

ISBN v. digital: 978853628059-2

Acabamento: Brochura

Formato: 10,0x16,0 cm

Peso: 119grs.

Número de páginas: 96

Publicado em: 20/06/2018

Área(s): Direito - Filosofia do Direito

Versão Digital (eBook)

Para leitura em aplicativo exclusivo da Juruá Editora para Smartphones e Tablets rodando iOS e Android. Não compatível KINDLE, LEV, KOBO e outros e-Readers.

Disponível para as plataformas:

  • AndroidAndroid 4 ou posterior
  • iOSiOS 7 ou posterior

Em computadores a leitura é apenas online e sem recursos de favoritos e anotações;
Não permite a impressão e cópia do conteúdo.

Compra apenas via site da Juruá Editora.

Sinopse

O propósito deste livreto é esboçar uma análise sistêmica do princípio da separação dos poderes no contexto da sociedade contemporânea, marcada por sua fragmentação em diversos subsistemas autônomos que exercem funções distintas em um universo hipercomplexo.

Para cumprir a tarefa, em primeiro lugar, procura justificar o referencial teórico escolhido mediante a indicação de sua pertinência para o tratamento da questão a ser analisada. Em seguida, realiza uma breve reconstrução do itinerário intelectual da ideia de separação dos poderes na “semântica moderna”. Assim, sem pretender realizar uma análise histórica mais consequente dessa ideia, o estudo faz apenas uma alusão a autores clássicos que, no horizonte da “semântica moderna”, contribuíram para sua difusão e consolidação. No percurso, o estudo se orienta, especialmente, pela tese de Quentin Skinner, cujo foco consiste em elaborar instrumentos metodológicos adequados para se evitar o anacronismo no âmbito da história das ideias.

Por fim, com base na teoria dos sistemas de Niklas Luhmann, propõe uma releitura sistêmica da separação dos poderes.

Autor(es)

Fernando Rister de Sousa Lima

Professor Doutor da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie (São Paulo, SP, Brasil). Coordenador do GEPESD/MACK – Grupo de Estudos e Pesquisa em Sociologia do Direito do Mackenzie. Doutor em Filosofia de Direito e do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP/2013) com estágio doutoral sanduíche no Departamento de Sociologia da Università degli Studi di Macerata (UNIMC/- Itália-CAPES/2012). Pós-Doutorado pelo Departamento de Filosofia e Teoria Geral do Direito da Universidade de São Paulo (DFD/USP-Largo de São Francisco – 2016/2017) com período de pesquisa na Goethe Universität Frankfurt am Main (07/2017). Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP/2007) com período como pesquisador visitante na Università degli Studi di Lecce – Itália (2005). Membro do Research Committee on Sociology of Law – ISA – Group Sociology of Constitution. Editor-Chefe (2013-2016) da Revista Brasileira de Sociologia do Direito (RBSD). Segundo Vice-Presidente (2014-2016) e Conselheiro Fiscal (2012-2014) da Associação Brasileira de Pesquisadores em Sociologia do Direito (ABraSD).

Orlando Villas Bôas Filho

Professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e Professor Associado da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie (São Paulo, SP, Brasil). Pós-Doutorado na Université de Paris X – Nanterre, França. Pós-Doutorado na École Normale Supérieure de Paris, França. Doutorado em Direito e Mestrado em Direito na área de concentração Filosofia e Teoria Geral do Direito, pela Universidade de São Paulo. Graduação e Licenciatura Plena em História pela Universidade de São Paulo. Graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo.

Sumário

1 INTRODUÇÃO, p. 11

2 DA PERTINÊNCIA DA TEORIA DOS SISTEMAS COMO REFERENCIAL ANALÍTICO PARA A DISCUSSÃO DA SEPARAÇÃO DOS PODERES EM UM CONTEXTO HIPERCOMPLEXO, p. 17

3 SEPARAÇÃO DOS PODERES: NOTA SOBRE A CONSTRUÇÃO MODERNA DE UM CONCEITO POLÍTICO FUNDAMENTAL, p. 23

4 UMA RELEITURA SISTÊMICA DA SEPARAÇÃO DOS PODERES, p. 53

5 CONCLUSÃO, p. 81

6 REFERÊNCIAS, p. 83

Índice alfabético

C

  • Conceito político fundamental. Separação dos poderes: nota sobre a construção moder-na de um conceito político fundamental, p. 23
  • Conclusão, p. 81
  • Construção moderna. Separação dos pode-res: nota sobre a construção moderna de um conceito político fundamental, p. 23
  • Contexto hipercomplexo. Pertinência da teoria dos sistemas como referencial analítico para a discussão da separação dos poderes em um contexto hipercomplexo, p. 17

F

  • Fundamentalidade. Separação dos poderes: nota sobre a construção moderna de um con-ceito político fundamental, p. 23

I

  • Introdução, p. 11

P

  • Pertinência da teoria dos sistemas como refe-rencial analítico para a discussão da separa-ção dos poderes em um contexto hipercom-plexo, p. 17
  • Poder. Separação dos poderes: nota sobre a construção moderna de um conceito político fundamental, p. 23
  • Poder. Uma releitura sistêmica da separação dos poderes, p. 53

R

  • Referencial analítico. Pertinência da teoria dos sistemas como referencial analítico para a discussão da separação dos poderes em um con-texto hipercomplexo, p. 17
  • Referências, p. 83
  • Releitura sistêmica. Uma releitura sistêmica da separação dos poderes, p. 53

S

  • Separação de poderes. Uma releitura sistêmi-ca da separação dos poderes, p. 53
  • Separação dos poderes. Pertinência da teoria dos sistemas como referencial analítico para a discussão da separação dos poderes em um contexto hipercomplexo, p. 17
  • Separação dos poderes: nota sobre a constru-ção moderna de um conceito político fun-damental, p. 23

T

  • Teoria dos sistemas. Pertinência da teoria dos sistemas como referencial analítico para a discussão da separação dos poderes em um con-texto hipercomplexo, p. 17

U

  • Uma releitura sistêmica da separação dos poderes, p. 53

Recomendações

Capa do livro: Ciência do Direito e Legitimação, Raffaele De Giorgi - Tradução: Pedro Jimenez Cantisano

Ciência do Direito e Legitimação

 Raffaele De Giorgi - Tradução: Pedro Jimenez CantisanoISBN: 978853627064-7Páginas: 296Publicado em: 31/07/2017

Versão impressa

de R$ 99,90* porR$ 89,91em 3x de R$ 29,97Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 69,90* porR$ 62,91em 2x de R$ 31,46Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Filosofia Jurídica da Alteridade, José Carlos Moreira da Silva Filho

Filosofia Jurídica da Alteridade

 José Carlos Moreira da Silva FilhoISBN: 857394139-1Páginas: 282Publicado em: 01/10/1998

Versão impressa

de R$ 84,70* porR$ 76,23em 3x de R$ 25,41Adicionar ao
carrinho
Capa do livro: Construtivismo Jurídico - Teoria no Direito, Lucas Fucci Amato

Construtivismo Jurídico - Teoria no Direito

 Lucas Fucci AmatoISBN: 978853627034-0Páginas: 286Publicado em: 03/07/2017

Versão impressa

de R$ 99,90* porR$ 89,91em 3x de R$ 29,97Adicionar ao
carrinho

Versão digital

de R$ 69,90* porR$ 62,91em 2x de R$ 31,46Adicionar eBook
ao carrinho
Capa do livro: Frases Jurídicas, Séfora Schubert Gelbcke e Karen Francis Schubert Canali

Frases Jurídicas

 Séfora Schubert Gelbcke e Karen Francis Schubert CanaliISBN: 857394265-7Páginas: 200Publicado em: 26/07/1999

Versão impressa

de R$ 49,90* porR$ 44,91 Adicionar ao
carrinho